Lewandowski intima Pazuello sobre início e término do plano de vacinação

Ministro do Supremo Tribunal Federal também determinou a manifestação do advogado-geral da União; intimação foi entregue neste domingo

Ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF). Foto: Reprodução

Jornal GGN – O ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal), intimou o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, para esclarecer a previsão de início e término do programa nacional de imunização contra a covid-19.

“Intime-se o Senhor Ministro de Estado da Saúde para que esclareça, em 48 (quarenta e oito) horas, qual a previsão de início e término do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid – 19, inclusive de suas distintas fases”, diz o documento, intimando também o Advogado-Geral da União, José Levi, a se manifestar.

O Ministério da Saúde entregou o Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19 ao STF na última sexta-feira (12/12), mas não apresentou uma data para o início da vacinação.

O plano nacional foi divulgado em meio à disputa política entre o presidente Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), uma vez que o governador paulista anunciou o início da vacinação da população do estado em janeiro de 2021 com a Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

Confira abaixo a íntegra da intimação encaminhada por Lewandowski:

ADPF 754 despacho

Abaixo, veja o despacho encaminhado pelo Advogado-Geral da União ao ministro Lewandowski na última sexta-feira (11/12)

ADPF 754-AGU-covid
Leia Também
Especialistas ‘não têm qualquer poder de decisão’, segundo Ministério da Saúde
Plano de vacinação do governo foi entregue sem aval do corpo técnico
Covid-19 – Balanço de momento: 71,3 milhões de casos, 1,6 milhão de mortes e 45,5 milhões de altas, por Felipe A. P. L. Costa
Covid: Salta de 9% para 22% a taxa de brasileiros que não pretendem se imunizar

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora