Lira cede e oposição ocupa mesa de comando da Câmara

Para evitar bloqueio no andamento de pautas, presidente e líder do Centrão fecha acordo e PT ocupa segunda secretaria da Casa

Arthur Lira (PP-AL), novo presidente da Câmara dos Deputados. Foto: Reprodução/Câmara dos Deputados

Jornal GGN – Depois de rebaixar o PT e retirar partidos opositores da mesa de comando da Câmara dos Deputados, o deputado federal Arthur Lira (PP-AL) recuou em seu primeiro ato como presidente da Casa e cedeu cargos à oposição.

Segundo o jornal Folha de São Paulo, as mudanças ocorreram nas secretarias: a primeira secretaria ficaria com o PSL e seria ocupada por Luciano Bivar (PE), desafeto do presidente Jair Bolsonaro. A segunda secretaria ficaria com o PT, e o nome mais cotado é de Marília Arraes (PT-PE), mas o partido ainda não bateu o martelo.

A 3ª secretaria seria de Marcelo Nilo (PSB-BA), enquanto a quarta secretaria ficou com o Republicanos. As mudanças foram feitas para que a oposição (211 deputados) não bloqueie o andamento de pautas futuras.

As vice-presidências não apresentaram mudanças: o PL ocupa a 1ª vice-presidência, com o deputado Marcelo Ramos (AM), e a 2ª vice-presidência continua com o PSD, ocupada pelo deputado André de Paula (PE).

 

Leia Também
As eleições no Congresso e a economia, por Paulo Kliass
Lira tenta acordo com oposição após ato autoritário
Novo presidente da Câmara muda regras de eleição, e Bolsonaro comemora
PGR arquiva sumariamente representação de ex-procuradores contra Bolsonaro

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora