Lula é esperado para primeiro pronunciamento à Nação no Sindicato dos Metalúrgicos, em SP

Ato político no berço de luta do ex-presidente aguarda a presença de políticos, movimentos sociais e apoiadores. Concentração ocorre a partir das 12h

Sindicato dos Metalúrgicos na tarde de sexta-feira, 8 de novembro | Foto: Twitter

Jornal GGN – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) subirá ao palanque em ato no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, em São Paulo, neste sábado (9).  Após 580 dias presos na sede da Polícia Federal em Curitiba, o petista foi solto na tarde de sexta-feira (8), um dia após o Supremo Tribunal Federal derrubar o entendimento sobre a prisão a partir de condenação em segunda instância. O ato no Sindicato será o primeiro pronunciamento de Lula à Nação.

Ontem, em seu primeiro discurso em liberdade, o petista falou especialmente para a militância que permaneceu acampada em Curitiba durante os 18 meses em que ele esteve preso. Lula apresentou a namorada, criticou duramente a Lava Jato e marcou posição de liderança contra o governo Bolsonaro. 

O presidente do sindicato, Wagner Santana, o Wagnão, divulgou um vídeo convocando a categoria para receber Lula a partir das 10h, no local que ele fez seu último discurso antes da prisão em 2018, em decorrência de condenação no caso triplex. De acordo com o UOL, na sexta o Sindicato contava com 300 voluntários que arrumaram tudo para o ato político deste sábado.

Alguns políticos, como o coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos (PSOL), fez campanha por meio de suas redes sociais, convocando todos para receber Lula neste sábado, a partir de 12h. 

Lula foi solto a partir de um recurso de sua defesa, que sustentou a ilegalidade de manter o ex-presidente detido depois da decisão do STF. O juiz Danilo Pereira, da 12ª Vara Federal de Curitiba, acolheu o pedido e expediu o alvará no mesmo dia.

 

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome