Maioria da população segue de pé atrás com governo Bolsonaro

Embora mais pessoas tenham elogiado governo, percepção regular e negativa entre entrevistados por pesquisa CNT/MDA chega a 63,1%

Jornal GGN – Mais pessoas passaram a elogiar o presidente Jair Bolsonaro um ano após a sua posse, mas não se pode dizer que a maioria dos entrevistados pela pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT) elaborada em conjunto com o Instituto MDA considera o governo bom.

De acordo com os dados divulgados, 63,1% não avaliam o governo Bolsonaro positivamente – sendo 32,1% que consideram o governo regular e 31% que mostram percepção negativa (ruim + péssimo). O percentual de pessoas que considera o governo ótimo ou bom subiu de 29,4% para 34,5% entre agosto de 2019 e janeiro de 2020.

A aprovação do desempenho pessoal de Bolsonaro passou de 41% para 47,8% no intervalo de pesquisa, e empatou tecnicamente com os dados de desaprovação, que chegou a 47%, e 5,2% não souberam opinar. Em 11 meses de governo, a aprovação do presidente caiu 9,7 pontos.

Um ano depois da posse de Bolsonaro, a pesquisa CNT/MDA diz que 36,2% da população consultada para elaboração da pesquisa diz que o Brasil de hoje está melhor, 25% consideram que está pior e 37,4% que está tudo igual.

Os motivos que levaram parte dos pesquisados a acreditar que o Brasil melhorou são a melhora na economia (48,7%), menos corrupção (46,8%), maior segurança pública (30,5%), melhor utilização do dinheiro público (21,4%), valorização da família (19,6%), qualidade da equipe de ministros (15,7%), melhor infraestrutura (14,3%), melhor educação (8%) e melhor saúde (8,0%).

Já os motivos que consideraram que o Brasil piorou pós-Bolsonaro, são a piora na economia (54,3%), saúde piorou (42,7%), educação está pior (30,5%), piora na segurança pública (27,7%), mais corrupção (16%), pior utilização do dinheiro público (15%), equipe de ministros ruim (14,6%), restrição de liberdade e censura (11,8%) e a piora na infraestrutura (4,6%).

A economia foi a área que mais avançou na avaliação dos entrevistados. Para 22,1% das pessoas consultadas, esse é o setor com melhor desempenho no governo. Na pesquisa divulgada em agosto de 2019, o indicador para a economia era de 10%.

Leia também:  Multimídia do dia

Após esse período, os congressistas aprovavam a reforma no sistema de aposentadorias no País. Outros fatores que puxaram esses resultados foram a inflação baixa, a liberação de saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e a 13º parcela do Bolsa Família.

Foram realizadas 2.002 entrevistas presenciais, em 137 municípios de 25 Unidades da Federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

11 comentários

  1. Realmente, esses resultados mostram que esse é um país onde as pessoas acreditam no que a televisão manda acreditar. Isso se toda essa pesquisa não for fake até, porque, tudo nesse governo é fake. A começar pelo coiso, que não é presidente, é um boneco dos USA.

  2. Os alemães só perceberam a realidade quando as bombas começaram a cair sobre suas casas. Mesmo assim muitos deles continuaram defendendo o fuhrer entrincheirados pelas ruas das cidades alemãs. O filme A Queda mostra isso de maneira até chocante. Os resultados desta pesquisa revelam que ela foi manipulada ou o povo é que está irremediavelmente manipulado.

  3. Abstraindo a discrepância desta pesquisa pra com as demais, o resultado mostra é que o boçalnaro seria REELEITO se as eleições fossem hoje.

    Um terço do eleitorado está fechadinho com o bloco da direita (com a extrema direita na “cabeça de chapa).

    A esquerda e o PT, PT, PT tiveram uma perda LÍQUIDA de sete milhões de votos, que é na diferença entre os 54 milhões de Dilma em 2014 e os 47 Milhões de Haddad em 2018, que, por sua vez, correspondem à diferença entre os 50 milhões de Aécio em 2014 e os 57 milhões do boçalnaro em 2018.

    Ou seja, ou a esquerda partidária aprende a se comunicar com o eleitorado pra recuperar estes votos ou já era. Uma tuitada aqui e outra ali e o persistente e cansativo mimimi com a máquina de propaganda politica e ideológica dos meios de comunicação são mais do mesmo a caminho do buraco.

    • O pessoal do PT reclama de tudo e não se compromete com nada, até por que desavergonhadamente a oposição finge ser contra algumas propostas desse desgoverno mas no fundo são a favor…..como a destruição da previdência, qual o governador de oposição se mostrou contrário? Nenhum?!!! Inclusive a maioria também cometeu a mesma canalhice….. estão no caminho certo para perder….e será merecido….

  4. Que pesquisa mentirosa… Enquanto os “entrevistados” dizem que a economia brasileira está “melhorando”, eu vejo cada vez mais lojas e restaurantes com cartazes de “aluga-se” nas portas fechadas. Até quando irão tentar sustentar essa patética farsa de que “tudo vai bem”?

  5. Nassif: vamos desnudar a alma das pesquisas. Se num determinado lugar de somente dois caras um deles tem duas galinhas a grande mídia, em seu remunerado festival de notícias, espalhará que naquele lugar há uma galinha para cada pessoa. Qualquer semelhança, acredite, não é mera coincidência, tá?

  6. Dizer que a maioria está com um pé atrás é no mínimo uma análise enviesada da pesquisa.
    Os dados apresentados, embora discrepantes em relação a outras pesquisas, aponta uma recuperação da confiança no atual mandatário.
    Isso pode ser notado em relação a pesquisa anterior, de agosto de 2019.
    Muitos tem questionado o que o nosso povo tem visto para poder haver essa recuperação. Essa pergunta é errada. A pergunta que devemos fazer é o que nós não estamos vendo.
    Nesse sentido, analisando o intervalo entre as duas pesquisas, a única novidade que consigo ver foi a soltura do presidente Lula.
    Assim, o que está ocorrendo não é uma recuperação da popularidade do atual mandatário, algo que seria até positivo se fosse verdade. O que está ocorrendo, é este ponto evidencia a gravidade do momento, é a reaglutinação dos eleitores desse sujeito e,mais grave que isso,pela liberdade do presidente Lula, ou seja,continua funcionando o encantamento da serpente.

  7. Bom, o sistema de des(informação e (de)formação de opinião publica está progredindo.
    Nada como juntar psicologia de massas com dinheiro e seus interesses.
    É Trump, é Brexit, é Bozo, é apoio à usurpação privada (mesmo estrangeira e monopolista) de bens públicos, à destruição de direitos sociais e humanos, à destruição do meio ambiente em que habitamos, é a economia (natal, black friday, pis e fgts) “melhorando”, é uma intervenção militar “constitucional” bem vinda, é o “crazy niger samba” (desculpem, estamos no braZil).
    E vamos mais longe:
    Com cada vez mais tecnologia, caso isto não funcione, a repressão por poucos pode cada vez mais controlar muitos e muitos.
    Imagine-se a união destes dois!
    É orwellianamente desanimador…

  8. Bom, o sistema de des(informação e (de)formação de opinião publica está progredindo.
    Nada como juntar psicologia de massas com dinheiro e seus interesses.
    É Trump, é Brexit, é Bozo, é apoio à usurpação privada (mesmo estrangeira e monopolista) de bens públicos, à destruição de direitos sociais e humanos, à destruição do meio ambiente em que habitamos, é a economia (natal, black friday, pis e fgts) “melhorando”, é uma intervenção militar “constitucional” bem vinda, é o “crazy nigger samba” (desculpem, estamos no braZil).
    E vamos mais longe:
    Com cada vez mais tecnologia, caso isto não funcione, a repressão por poucos pode cada vez mais controlar muitos e muitos.
    Imagine-se a união destes dois!
    É orwellianamente desanimador…

  9. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome