Marighella ilustra páginas de revista em quadrinhos

Projeto Marighella #LIVRE chega ao público por meio de financiamento coletivo. Se atingir meta atual, a obra terá prefácio assinado por Luís Nassif

Poster: Phill Zr

Jornal GGN – Histórias de guerrilha e resistência contra o Estado de Exceção, irão ilustrar as páginas da revista em quadrinhos Marighella #LIVRE. O projeto conta com uma campanha de financiamento coletivo, disponível na plataforma Catarse, que se aproxima da reta final. Na fase atual, o desafio é atingir o valor de R$ 8.000 para que a obra ganhe um prefácio assinado pelo jornalista e editor do GGN, Luís Nassif.

Capa: Phill Zr

As tirinhas roteirizadas por Rogério Faria, tem ilustração de Ricardo Sousa (ZéMurai). Na capa e posters a arte é de Phill Zr. Nas páginas, a história do brasileiro Carlos Marighella, figura lendária do comunismo e inimigo público da ditadura civil-militar. 

A revista foca no guerrilheiro de 24 anos e sua tortuosa prisão em 1936, quando foi pego por agentes da ditadura de Getúlio Vargas. Mas, apesar da crueldade que caracteriza o episódio, o quadrinho se desdobra sobre poesia e humor.

Os autores assinam a obra, com base no relato da prisão em “Se fores preso, camarada”, além de outros escritos de Marighella, como “Por que resisti à prisão” e “Minimanual do Guerrilheiro Urbano”. A pesquisa também se desdobrou sobre biografias e filmes do guerrilheiro e sobre o período.

A campanha para lançar Marighella #LIVRE conta como um programa de recompensa e com metas estendidas, já que o valor inicial do projeto foi alcançado logo nos primeiros dias. Se conquistada a etapa de financiamento atual, a revista em quadrinhos terá o prefácio de Luís Nassif

Os autores do projeto também apresentam a “Exposição Virtual Marighella #LIVRE”, no Facebook. O evento online acontece de 4 a 8 de novembro, semana dos 50 anos da execução de Marighella. Na curadoria está a contribuição de vários quadrinistas para o resgate da memória do guerrilheiro. Para participar é preciso se inscrever na exposição.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome