Médico é agredido por inserir “suspeita de COVID-19” em atestado de óbito

Uma das mulheres mais agressivas diz ao profissional que o resultado do exame para COVID-19 só sairia depois de 7 dias

Médico é agredido ao considerar morte por pneumonia como suspeita de coronavirus from r/brasil

Jornal GGN – Circula nas redes sociais desde sábado (11) o vídeo de um médico brasileiro sendo hostilizado por ter inserido “suspeita de COVID-19” em um atestado de óbito. O paciente teria falecido em decorrência de um quadro grave de pneumonia.

Nas imagens, é possível ver possíveis familiares questionando o médico e pressionando para que ele altere o laudo.

Uma das mulheres mais agressivas diz ao profissional que o resultado do exame para COVID-19 só sairia depois de 7 dias.

Um dos homens arrancou a máscara do médico, que é considerada um equipamento de proteção individual contra o coronavírus.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

8 comentários

    • Sinceramente viu… É cada coisa que o profissional de Saúde tem que aguentar. O Hospital deve tomar um providência. Afinal de contas ele é funcionário do Hospital

    • Do jeito que esta turma estava alterada, de repente o problema é mesmo a grana do seguro.
      E tirar a máscara de um profissional da saúde num ambiente destes nao configura uma tentativa de homicídio?

    • Eu achei que as agressões fossem por causa da discriminação/rejeição que os membros da família possivelmente iriam sofrer por ter um ente querido morto por uma doença altamente infecto-contagiosa. Mas agora vejo que o problema pode ser financeiro, afinal, como diria Maquiavel, o homem esquece mais rapidamente a perda de um ente querido do que a perda do patrimonio

  1. Pois o virus ataca exatamente à área pulmonar, gerando um diagnostico específico para o médico, se ñ haver testes conclusivos, esse e a posição médica.!!!

  2. Um fato como este parece que ainda não foi pensado, para que médicos possam ter argumentos que evite tanta inconformidade e tanta contestação, por parte de familiares da vítima. É claro que somente para o caso do médico que tenha absoluta certeza de que, em seu laudo, seja obrigatório constar a informação, em virtude de todos os indicativos que ele considerou como provaveis e altamente suspeitos.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome