Médico famoso na Rússia, que apertou mão de Putin, tem COVID-19

A infecção de Denis Protsenko ocorre uma semana após o encontro com o líder em Moscou. Kremlin diz que a saúde de Putin está boa

Da Reuters/Times of Israel

O chefe do principal hospital de coronavírus de Moscou, que se reuniu com o presidente russo Vladimir Putin há uma semana, disse na terça-feira que havia testado positivo, já que o Kremlin anunciou que a saúde do líder estava boa.

Na última terça-feira, Denis Protsenko se encontrou com o líder russo que inspecionou o hospital de Kommunarka enquanto usava um traje amarelo brilhante. Mas Putin, de 67 anos, também foi visto conversando com Protsenko sem qualquer equipamento de proteção e até apertando a mão dele.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse rapidamente às agências de notícias russas que Putin fazia exames regulares e que não havia motivo para se preocupar com sua saúde.

“Está tudo bem”, disse Peskov.

Protsenko disse que testou positivo, mas “se sentiu muito bem”.

Ao postar uma foto de si mesmo usando uma máscara e avental verde no Facebook, ele disse que se auto-isolava em seu escritório e continuaria a trabalhar.

Protsenko se tornou uma figura de destaque nas linhas de frente da luta da Rússia contra o COVID-19, postando diariamente no Facebook para informar os russos sobre o trabalho e os pacientes de seu hospital.

Nas últimas 24 horas, as autoridades russas registraram 500 novos casos – o maior aumento diário até agora – elevando o total de registros para 2.337 casos e 17 fatalidades.

A maioria foi registrada em Moscou, que se tornou o epicentro do surto na Rússia.

Desde o início da pandemia, o Kremlin começou a medir a temperatura das pessoas que participam de eventos com o presidente, pedindo aos jornalistas que se sentem mal para ficar em casa.

Observadores dizem que o homem forte russo parece estar excepcionalmente consciente dos riscos à sua saúde.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Relembre: Padrinho de Sergio Moro pediu 5 milhões de dólares em propina, diz Tacla Duran

1 comentário

  1. O Bolsonaro e sua comitiva, praticamente toda ela infectada pelo Corona, participaram de suruba no resort do Trump, na Flórida, mas nem o Bolsonaro nem o Trump foram infectados. Eles pulam no esgoto e nada lhes acontece.
    Com o Putin seria diferente?

    Mostra o exame, Bolsonaro

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome