Mike Pompeo chega ao Brasil e diz que Maduro deve deixar o poder

Secretário de Estado dos Estados Unidos visita todos os países que fazem fronteira com a Venezuela; objetivo é aumentar pressão sobre o governo

Mike Pompeo, secretário de Estado dos Estados Unidos. Foto: Reprodução

Jornal GGN – O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, desembarca no Brasil nesta sexta-feira (18/09), enquanto tenta estreitar a aproximação do país com a região amazônica em meio às pressões para a saída de Nicolás Maduro no governo da Venezuela.

“Sabemos que o regime de Maduro dizimou o povo venezuelano e o próprio Maduro é um narcotraficante. Isso significa que ele tem que ir”, disse Pompeo antes de desembarcar na cidade de Boa Vista (RR), segundo informações do jornal O Estado de São Paulo.

Pompeo já se reuniu com os dois novos presidentes da região: Irfaan Ali, da Guiana, e Chan Santokhi, do Suriname, naquela que foi a primeira passagem de secretário de Estado pelos dois países.

Depois de visitar o Brasil e a Colômbia, Pompeo terá visitado todos os países que fazem fronteira com a Venezuela, e em todo esse trajeto procurou reforçar intenções de investimento dos Estados Unidos, a “defesa da democracia” e apoio no combate ao coronavírus.

 

 

Leia Também
Bolsonaro e Trump recebem “prêmio” de “anti-ciência” por má-gestão na pandemia
Woodward x Trump: o menino que vendia livros e a ética do marceneiro, por Sylvia Debossan Moretzsohn
WSJ: A Exxon costumava ser a empresa mais valiosa da América. O que aconteceu?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Haverá vontade política para garantir vacinas a todos?

11 comentários

  1. “O governo da Venezuela jogou pesado com Bolso&Sons e não está brincando. Além de fechar as fronteiras com o Brasil, posicionar tropas e tanques junto à barricadas e cortar a energia que enviava para cá, posicionou o sistema de mísseis russos terra- ar S-300VM a 11 km de Pacaraima, Roraima.

    Os radares do sistema são poderosíssimos e criam na prática uma área de exclusão aérea com raio de 300 km atingindo os aeroportos de Boa Vista e Manaus ( Manaus sedia a Ala 8 da base aerea da FAB de Manaus onde estão os 12 Mi- 35 ( também russos) os únicos helicópteros de ataque das FFAA, além de super- tucanos de ataque ).

    Significa que já paralisaram as forças da FAB e do EB, incluindo o famoso batalhão de selva de Manaus que poderia ser transportado por Helicópteros da Helibras recém incorporados). Na pratica também quase todo tráfego aéreo que sobrevoa Manaus e Boa Vista passa a ser controlado pelos militares venezuelanos.

    É uma tremenda humilhação. O EB e a FAB já não podem se deslocar por ar sob risco de abate imediato pelos mísseis russos, que aliás subjugaram a USNavy que teve vários caças abatidos na Síria pelo mesmo sistema.

    O que isto significa?

    Que se houver um ataque vindo do Brasil, Colômbia ou Curaçau vai ter que ser por terra ,já que as outras fronteiras também estão com o mesmo sistema de defesa russo. Por terra os invasores, quer colombianos, brasileiros ou americanos vão ter que enfrentar o exército venezuelano e os 2.000.000 de milicianos bolivarianos espalhados pela floresta amazônica armados com fuzis Kalashnikov.

    É muito amargo como brasileiro ter que admitir esta humilhação internacional a que nossas FFAAs estão sendo submetidas, mas quando aceitaram respaldar este bando de psicopatas que estão no poder, também aceitaram os riscos.

    Agora está explicado porque Mourão não queria que a ‘ajuda humanitária’ dos EUA fosse enviada para Pacaraima depois do fechamento da fronteira. Ele, como antigo adido militar em Caracas junto à embaixada brasileira sabia que isto poderia ocorrer. Agora já era.”

    (Por Paulo José Jarava)

    • Os canalhas dos eua estão perto de conseguir o que pretendiam; trazer uma guerra para a América do Sul.
      Enquanto retiram uteros das imigrantes, os eua, bonzinhos, humanitários e cristaos, apenas pretendem entrar com armas e medicamentos durante o conflito. Depois é só comandar a divisão do butim pegando o filé, caso os invasores vençam. CASO vençam, vale destacar.

  2. Que canalha embusteiro!
    Praticando o que os eua covardemente praticam contra paises que não se acovardam perante eles, enxovalham, acusam sem provas e sitiam seus dirigentes e o povo destes paises, à partir de palanques que os paises covardes no entorno da nação sitiada cedem para escroques como este pompeo.

    Mas é bom avisar para este canalha e para seus paises fantoches que a russia ainda está na venezuela, com aqueles dois bombardeiros, com algumas toneladas de equipamentos e alguns soldados, que tem sido o suficiente para colocar covardes em seu lugar.

    Deixem que cada povo cuide de seu país seus embusteiros. Querem participar dos ativos e riquezas de um pais não subserviente? Negociem comercialmente. Nao queiram enfiar c* adentro das nações as suas empresas ceifadoras e corruptoras, que sempre são isentadas por vcs, eua, em suas ações dolosas, enquanto vcs, com conluio com lesas-patria locais, atribuem artificialmente crimes cobram butins e destroem empresas de outros paises, como fizeram com a Petrobras.

    Seus safados, querem fazer algo realmente útil para o mundo e para todas estas populações ribeirinhas, ora “visitadas” e residentes em locais que vcs, ufanistas que são, nem sabem direito a que paises pertencem? Sobrevoem a amazonia destruida com este bando de baba ovo que lhes seguem e exijam ações concretas para conter o desastre e os crimes ali praticados. Caso contrário, se nao está no escopo, vao encher o saco do cacete, voltem pra sua “cerquinha branca” e deixem os outros cuidarem em paz de suas democracias.

    • Com o governo que temos, me fez lembrar do seguinte…
      que será um trauma histórico o brasileiro perder o seu país e a guerra……………………..

      e como a Venezuela não representa nenhum perigo para o Brasil, o mundo civilizado poderá ficar com a mesma impressão que os ingleses tiveram com as Malvinas:
      “aquilo foi a luta insana de uma ditadura militar contra a democracia”

      Assim como lá, com jovens argentinos, e que um bom Deus queira que não se repita, jovens soldados brasileiros poderão sair daqui ao som de cantos de glória e retornarem ao som de marchas fúnebres

  3. ORIENTAÇÕES PAA BOCA DE URNA

    Trata-se de um momento de desespero para Trump na corrida eleitoral, seu staff de campanha já deve ter percebido para além de qualquer pesquisa pública, que as chances de reversão da vitória de Biden através de um fato político interno é muito difícil dado o completo desastre no enfrentamento da pandemia pelo candidato republicano.
    As suas mentiras sobre o vírus, repetidas a exaustão, não se transformaram em verdade e mesmo seu eleitorado fiel mas não fanático começa a perceber.
    Assim, resta ao presidente genocida dois caminhos; 1 – desacreditar o processo eleitoral via correios, o que deixa horrorizada toda a sociedade americana, para quem o correios gozam de extrema confiança e 2 – Buscar um inimigo externo para provocar ou mostrar que pode exercer autoridade externa, a Venezuela se insere nesse contexto, mas não só. Essa semana ainda Trump patrocinou e declarou como fato histórico uma reles carta de intenções de paz entre a Sérvia e o Kosovo; O envio de diretor de tereciro ou quarto escalão em uma visita a Taiwan, que a China reivindica como seu território, como uma provocação a China e finalmente a visita a países fronteiriços da Venezuela que emprestou ao candidato americano território/palanque para campanha.

    O significado de todas essas ações? Bateu o desespero na campanha, cabe a China e a Venezuela não entrar na pilha do doido, embora a China tenha mandado 18 aviões para sobrevoar a ilha ontem. É que avalio que a China assim como a Russia, sem demonstra muito, apostam na vitória da besta, é forma mais rápida e com menos efeitos colaterais de assumirem a hegemonia, sem disparar um míssil.

  4. ORIENTAÇÕES PARA BOCA DE URNA

    Trata-se de um momento de desespero para Trump na corrida eleitoral, seu staff de campanha já deve ter percebido para além de qualquer pesquisa pública, que as chances de reversão da vitória de Biden através de um fato político interno é muito difícil dado o completo desastre no enfrentamento da pandemia pelo candidato republicano.
    As suas mentiras sobre o vírus, repetidas a exaustão, não se transformaram em verdade e mesmo seu eleitorado fiel mas não fanático começa a perceber.
    Assim, resta ao presidente genocida dois caminhos; 1 – desacreditar o processo eleitoral via correios, o que deixa horrorizada toda a sociedade americana, para quem o correios gozam de extrema confiança e 2 – Buscar um inimigo externo para provocar ou mostrar que pode exercer autoridade externa, a Venezuela se insere nesse contexto, mas não só. Essa semana ainda Trump patrocinou e declarou como fato histórico uma reles carta de intenções de paz entre a Sérvia e o Kosovo; O envio de diretor de tereciro ou quarto escalão em uma visita a Taiwan, que a China reivindica como seu território, como uma provocação a China e finalmente a visita a países fronteiriços da Venezuela que emprestou ao candidato americano território/palanque para campanha.

    O significado de todas essas ações? Bateu o desespero na campanha, cabe a China e a Venezuela não entrar na pilha do doido, embora a China tenha mandado 18 aviões para sobrevoar a ilha ontem. É que avalio que a China assim como a Russia, sem demonstra muito, apostam na vitória da besta, é forma mais rápida e com menos efeitos colaterais de assumirem a hegemonia, sem disparar um míssil.

  5. Como sempre fizeram, provocam conflitos nos seus países alvos, para em seguida arrastá-los para uma guerra na qual serão uma espécie de árbitro incumbido de decidir quem vencerá ou quantos inocentes devem morrer de cada lado para que haja um vencedor.

    1
    1
  6. Se ele desembarcou aqui em busca de parceria geopolítica, escolheu a terra, o governo e o empresariado certo. A nação meretriz da América Latina está sempre de pernas (ops! Perdão), está sempre de braços abertos para receber os seus bons visitantes.

  7. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome