Ministério investiga 39 suspeitas de Covid-19 antes do primeiro caso oficial

Secretário afirmou que os registros só serão considerados casos oficiais da doença após uma análise do Ministério em conjunto com as secretarias estaduais

Jornal GGN – O Ministério da Saúde confirmou nesta terça-feira, 12 de maio, sobre a investigação de 39 casos suspeitos da Covid-19 que podem ter surgido no país antes do primeiro registro oficial da doença, em 26 de fevereiro.

A afirmação foi feita pelo secretário substituto de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário, após a pasta receber 39 registros de síndrome respiratória aguda grave ocorridas antes de fevereiro em nove estados. 

Esses registros teriam testado positivo para a Covid-19, mas o secretário afirmou que só serão considerados casos oficiais da doença após uma análise do Ministério em conjunto com as secretarias estaduais.

“Esses 39 casos foram identificados no sistema de informação nacional. Estou encaminhando esse ofício para que façam uma investigação detalhada se [o paciente] teve sintomas antes do dia 26, para entender com dados reais, ou se trata de um erro de digitação. São milhares de dados digitados diariamente e um erro pode acontecer”, afirmou.

Com informações da Folha de S. Paulo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Coronavírus apresentou mutação em quase um terço dos casos coletados pela OMS

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome