Moro “começou a xingar e me chamou de petista” após a gravação, diz Patrícia Lélis

"Não foi coragem, foi revolta. Sinceramente não fico feliz em gritar no meio da rua com o Moro", afirma a jornalista. Assista

Jornal GGN – A jornalista e ativista política Patrícia Lélis disse à TVGGN, na noite desta terça (22), que o ex-juiz da Lava Jato, Sergio Moro, reagiu com xingamentos após ter sido filmado andando nas ruas de Washington DC, nos Estados Unidos, no último final de semana. Em um vídeo gravado por Patrícia, que viralizou nas redes sociais, Moro aparece caminhando ao lado da esposa e amigos, sem máscara, até que a jovem aparece e diz que ali estava o homem que “destruiu” o Brasil.

Escrachado, Moro primeiro disse para a “mocinha” parar a filmagem, quando Patrícia retrucou com um sonoro “Lula livre”. Depois disso, ele “começou a me xingar e me chamou de petista”, disse. Essa parte não foi gravada. “Não foi coragem, foi revolta. Sinceramente não fico feliz em gritar no meio da rua com o Moro”, afirmou a jornalista.

Patrícia participou na tarde de hoje de um debate promovido pelos estudantes da FENED na TVGGN, com participação do ex-deputado federal Wadih Damous (PT), sobre o impacto da Lava Jato e a resistência democrática. Damous pediu para ouvir os bastidores da intervenção de Patrícia, que tirou Moro do sério. “Moro deve estar a base de calmantes graças à Patrícia”, comentou. Ex-filiada ao PSL, Patrícia deu uma guinada à esquerda após sofrer ataques de ódio por denunciar o pastor Marco Feliciano por estupro, e agora está realmente filiada ao PT.

Para Damous, “gestos” como de Patrícia são importantes para não deixar morrer o fato de que a Lava Jato destruiu empresas nacionais, pariu Jair Bolsonaro e deteriorou o ambiente político e democrático no Brasil. Ainda por cima, saiu praticamente impune. O ex-deputado ainda lembrou das relações da Lava Jato com os Estados Unidos, onde Moro agora reside, em virtude de um trabalho para uma empresa de consultoria na área de compliance.

Assista ao debate promovido pela FENED (Federação dos Estudantes de Direito) na TVGGN abaixo:

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome