Mulheres do Ministério Público em defesa do Estado de Direito

Em nota, entidade diz que a defesa da democracia é missão constitucional e irrenunciável do Ministério Público – e de toda a sociedade brasileira

Jornal GGN – Mais entidades tem repercutido o vídeo divulgado pelo presidente Jair Bolsonaro, onde é feita uma convocação para as manifestações programadas para o dia 15 de março, com foco a favor do governo e contra o Congresso Nacional.

Mais uma das entidades que se manifestou em defesa do Estado Democrático de Direito foi o Movimento Nacional de Mulheres do Ministério Público, que congrega integrantes do Ministério Público Brasileiro.

“Este Movimento reafirma a absoluta e incondicional força da Constituição Federal e a necessidade de manutenção de suas instituições e Poderes no Estado Democrático de Direito em que se constituíram, rechaçando toda e qualquer ameaça lançada ao Congresso Nacional e ao Supremo Tribunal Federal”, diz o movimento, em nota onde afirma insurgir-se contra “qualquer tentativa de quebra da independência dos Poderes e afronta aos pilares de sustentação da democracia brasileira”.

“A defesa da democracia é missão constitucional irrenunciável do Ministério Público e de toda sociedade brasileira”, diz o grupo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Um exemplo da falta de governo: o que fazer com municípios que fecham a entrada?

1 comentário

  1. Segue Nassif em sua missão de converter os escorpiões.

    O problema não é se dizer defensor da democracia.
    Isso até o bozo diz ser.
    A questão é que tipo de democracia esse pessoal defende.

    PS: Acho que Nassif já superou essa (falsa) questão entre valor estratégico ou universal da democracia….ou não?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome