8 comentários

    • O mané ficou nervoso…

      Destemperado, sem controle e semblante enlouquecido.  Nem comendo todas as lasanhas da Itália chegará ao nível de um  Renato Rovai!   Sai fora mané!

  1. Vozes veladas, veludosas vozes

    Violões que Choram

    Cruz e Sousa

    Ah! plangentes violões dormentes, mornos,

    Soluços ao luar, choros ao vento…

    Tristes perfis, os mais vagos contornos,

    Bocas murmurejantes  de lamento.

     

    Noites de além, remotas, que eu recordo,

    Noites da solidão, noites  remotas

    Que nos azuis da fantasia bordo,

    Vou constelando de visões ignotas.

     

    Sutis palpitações à luz da lua.

    Anseio dos momentos mais saudosos,

    Quando lá choram na deserta rua

    As cordas vivas dos violões chorosos.

     

    Quando os sons dos violões vão soluçando,

    Quando os sons dos violões nas cordas gemem,

    E vão dilacerando e deliciando,

    Rasgando as almas que nas sombras tremem.

     

    Harmonias que pungem,  que laceram,

    Dedos nervosos e ágeis que percorrem

    Cordas e um mundo de dolências geram,

    Gemidos, prantos, que no espaço morrem…

     

    E sons soturnos, suspiradas mágoas,

    Mágoas amargas e melancolias,

    No sussurro monótono das águas,

    Noturnamente, entre  remagens  frias.

     

    Vozes veladas, veludosas vozes,

    Volúpias dos violões, vozes veladas,

    Vagam nos velhos vórtices velozes

    Dos ventos, vivas, vãs, vulcanizadas.

     

    Tudo nas cordas dos violões ecoa    

    E vibra e se contorce no ar, convulso…

    Tudo na noite, tudo clama e voa

    Sob a febril agitação de um pulso.

     

    Que esses violões nevoentos e tristonhos

    São ilhas de degredo atroz, funéreo,

    Para onde vão, fatigadas no sonho,

    Almas que se abismaram no mistério.

     

    João da Cruz e Sousa

    http://brasilescola.uol.com.br/biografia/joao-cruz-sousa.htm

  2. Carmina Burana

    Carmina, palavra latina, plural de Carmen, que significa canção (dentre outros significados correlatos).  

    Burana, o jeito latino de dizer:  de Beuern, pois os manuscritos contendo os textos hoje famosos, foram encontrados num mosteiro dos monjes beneditinos em Beuern, Alemanha. Na foto, detalhe do mosteiro:

    http://Carmina burana origem http://www.benediktbeuern.de/tourismus/kultur/kloster/frueher-heute/

    Saiba mais sobre os 254 poemas e textos dramáticos de Carmina Burana em 

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Carmina_Burana

    Em 1936 Carl Orff musicalizou 24 poemas dos Carmina Burana:

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=dLOk8nHimlA%5D

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome