Nero AG dá dicas de proteção com tecnologia Nero SecurDisc contra ciberataques e ransomware

Maio de 2017 foi marcado por um cyber ataque em larga escala que atingiu mais de 70 países, incluindo o Brasil. Foram mais de 45 mil investidas criminosas em um só dia, infectando sites de governos e empresas em todo o mundo com um ransomware que sequestra arquivos de dados em troca de resgate de bitcoins. Para ajudar no combate aos ataques cibernéticos que roubam e corrompem dados, a companhia alemã Nero AG dá algumas dicas sobre o uso do Nero Burning ROM e da tecnologia SecurDisc 4.0™. 
 
1 – Proteger arquivos requer firewalls e similares – e ainda assim pode não funcionar. Com o Nero Burning ROM e a tecnologia SecurDisc 4.0, a salvaguarda dos arquivos e o acesso aos dados depois de um ataque ransomware está assegurada.

2 – Embora backups regulares não protejam contra crimes virtuais a dados e sistemas, eles garantem que os dados sejam armazenados com segurança e fora do alcance dos cibercriminosos. 

3 – É importante que a cópia de segurança seja feita offline, uma vez que alguns ransomware podem também infectar dados em sistemas NAS e outros locais online.

4 – É também altamente recomendável realizar regularmente o backup de dados particulares, confidenciais e corporativos em mídias ópticas como CDs, DVDs ou BDs. 

5 – O Nero SecurDisc 4.0 protege os arquivos gravados por senha, com autenticação da mesma pela unidade óptica, além de oferecer recursos extras de proteção como adição de assinatura digital e verificação de integridade de dados.

6 – A assinatura digital pode ser aplicada a todos os arquivos, permitindo que os destinatários verifiquem a autenticidade dos dados. As somas de verificação são armazenadas no disco para verificação de integridade e legibilidade dos dados

7 – O SecurDisc armazena arquivos de forma redundante e autentica os dados digitalmente. Ele também controla o acesso às mídias e compartilha arquivos de forma segura.

8 – As tecnologias de encriptação utilizadas são a AES (Advanced Encryption Standard) de 256 bits e a AES de 128 bits.

9 – Para fazer a descriptografação é necessário informar uma senha em um aplicativo, que a transmitirá para a unidade óptica, onde ele será descriptografado (método mais eficiente e seguro do que soluções baseadas somente em software).    

Integrado ao Nero Burning ROM, o SecurDisc™ combina software e hardware. Mais informações estão disponíveis  no site oficial da Nero Brasil (www.nero.com/ptb). 
 

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora