Neto do cacique Raoni é exonerado da Funai

Patxon Metuktire saiu 18 dias após encontro entre indígenas que criticou política do governo Bolsonaro para a comunidade indígena

Patxon Metuktire e o avô, o cacique Raoni. Foto: Reprodução/Brasil 247

Jornal GGN – Patxon Metuktire, neto e um dos auxiliares mais próximos do cacique Raoni, foi exonerado do cargo que ocupava na Funai (Fundação Nacional do Índio) em Mato Grosso.

A demissão de Patxon ocorreu 18 dias depois de um encontro organizado por Raoni, na terra indígena Capoto-Jarina, com mais de 600 indígenas, que resultou em uma carta aberta denunciando riscos de “genocídio, etnocídio e ecocídio” no governo Jair Bolsonaro.

Segundo o jornal Folha de São Paulo, Patxon foi nomeado coordenador regional Norte de Mato Grosso da Funai em dezembro de 2015. Ele atuava em Colíder (MT), um setor relacionado a cinco terras indígenas, cerca de 40 aldeias e 4.000 indígenas de nove etnias diferentes, do norte de Mato Grosso ao sul do Pará.

Para Patxon, sua demissão é uma retaliação ao trabalho do avô. “O presidente Bolsonaro esteve falando muita coisa do meu avô. Entendo que houve algo [nesse sentido], tanto que não me comunicaram nada, não explicaram nada”, disse o caiapó, ressaltando que não recebeu nenhuma ligação ou mensagem da Funai, em Brasília, explicando o motivo de sua exoneração.

A demissão do neto do cacique Raoni foi assinada pelo número dois do ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública), o delegado de Polícia Federal Luiz Pontel.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Projeto sobre regra de ouro deve ir à votação nesta quinta-feira

1 comentário

  1. Mais um abuso de poder, uma usurpação do que é público. Um governante que passa apenas 4 anos no poder não pode destruir políticas de estado, ou usar o cargo de forma tão clara contra os que ele decide chamar de inimigos. Isto é grave mas será tratado na grande imprensa como uma não-notícia.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome