NP Revival: Caçado pela Interpol porque a camisinha estourou!

Parece brincadeira, mas não é!

O Assange, criador do Wikileaks e que está causando o maior bafafá da paróquia lá pelas bandas do Tio Sam está sendo procurado pela Interpol porque…estourou a camisinha?

Vamos a parte interessante de uma matéria publicada pela Folha.com ( http://www1.folha.uol.com.br/mundo/841847-policia-do-reino-unido-prende-julian-assange-criador-do-site-wikileaks.shtml)

 

A Interpol informou na terça-feira (30) que emitiu um pedido de captura internacional contra Assange, procurado na Suécia por uma investigação de “estupro e agressão sexual“. Em 18 de novembro a Justiça sueca divulgou uma ordem de prisão contra o australiano de 39 anos com o objetivo de interrogá-lo por “suspeitas razoáveis de estupro, agressão sexual e coerção” em um caso ocorrido em agosto. A Promotoria do país declarou que pediu o alerta internacional da Interpol para a prisão de Assange por que não conseguir realizar o interrogatório do acusado. Stephens disse que as autoridades suecas rejeitaram diversas ofertas para conversar com Assange. Assange vive entre o Reino Unido e a Suécia. Na mesma terça-feira, um advogado apresentou uma apelação à Suprema Corte sueca para contestar a ordem de captura. Na quinta-feira (2), a Suprema Corte sueca negou-se a examinar o recurso, ratificando a ordem de prisão a Assange. “A Suprema Corte analisou o expediente e concluiu que não havia motivos para examinar o recurso”, afirmou a mais alta instância sueca. O advogado de Assange, que também representa a agência de notícias Associated Press, disse que seu escritório em Londres investigará se a o caso sueco está ligado com as promessas dos Estados Unidos de processar quem estivesse por trás dos vazamentos. Stephens reclamou que Assange ainda não recebeu uma notificação formal das denúncias impostas — o que é descrito como uma requisito legal pela lei da União Europeia.

CASO

Leia também:  A importância – nem sempre óbvia – da ciência produzida nas universidades públicas

Segundo a Justiça sueca, ele cometeu estupro, assédio sexual e coerção ilegal contra duas mulheres. Os argumentos usados pela promotoria não estão claros, mas a prática de sexo desprotegido pode ser considerada uma categoria leve de estupro na Suécia. Assange manteve relações sexuais com duas mulheres, em datas distintas, enquanto dava palestras em Estocolmo. Assange afirma que as relações foram consensuais. Segundo depoimentos das vítimas, o preservativo estourou com uma delas e com a outra Assange teria se recusado a usá-lo. A defesa de Assange alega que a ação da Suécia é uma retaliação em relação a vazamentos divulgados pelo WikiLeaks sobre o país. Em um imbróglio judicial, a Justiça sueca chegou a reabrir a investigação sobre a acusação de estupro. A decisão reverte sentença da procuradora-geral em Estocolmo, Eva Finné, que fechou o caso de estupro pro falta de indícios, mantendo apenas uma denúncia, por outra vítima, de assédio sexual. Finné, por sua vez, havia revertido a decisão de uma instância inferior de investigar a denúncia. O caso chegou a render uma ordem de prisão contra Assange no dia 21 de agosto, retirada pouco depois. Assange nega as acusações e diz que as denúncias são uma tática do Pentágono para desmerecer seu site. Há uma semana, a promotora federal, Marianne Ny, voltou a emitir uma ordem de detenção de Assange, que acabou escalada no alerta vermelho da Interpol. Caso seja condenado, Assange pode receber sentença de até quatro anos de prisão.

COMENTO: É o autêntico “samba do crioulo doido sueco”! Em suma foi emitida uma ordem de prisão dia 21 de Agosto porque ele transou com duas “moças” suecas não identificadas em datas distintas. Com uma a camisinha estourou e com outra ele não quis colocar a camisinha ( conforme o depoimento da “moça”). Assédio sexual? Ele um palestrante famoso e faz assédio sexual na Suécia? É o mesmo tipo de assédio sexual que o Brad Pitt sofre também…dentro de devidas proporções é claro e devemos levar em conta a ilibada reputação da Suécia no que concerne em liberdade sexual ( são quase que beatas, segundo o finado Garrincha).

Leia também:  Moradores negam ataques à PM e protestam contra assassinato de Ágatha

a prática de sexo desprotegido pode ser considerada uma categoria leve de estupro na Suécia“. Pirei na batatinha de forma realmente rodopiando na maionese. Alguém ai já ouviu falar em estupro leve? Tem estupro pesado? É como falar: Matei! mas de leve…matei assim… como uma faquinha pequena… seria categoria leve de Matar?  Coisas de “país desenvolvido”. Bem ai como não colou e ficou feio, o que os analistas chamam de “truque sujo”, apareceu outra vítima não identificada e denunciou Assange novamente por Assédio sexual ( Meu Deus! esse Assange é um libertino! Ele consegue vender gelo no Pólo Norte! Porque ser denunciado por assédio sexual na Suécia duas vezes…).

Por fim o homem recebeu alerta vermelho da Interpol! perigosíssimo! um verdadeiro estuprador classe OOO. Colocaram Julian Assange no mesmo patamar de: Osama Bin Laden.

Aquele assunto dos 250.000 documentos sobre os negócios do Tio Sam no seu Mundo-quintal nada a ver né?

Nada! segundo a “Justiça Sueca”. Depois vem “bagre” da  nossa mídia elogiando estes  maravilhosos países nórdicos, terra dos loiros  de olhos azuis onde a civilização atingiu os píncaros celestiais de democracia!

Sei…

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome