O choque chinês no setor automotivo global

Surto do coronavírus ameaça prolongar ritmo de queda de vendas, afetando a produção no país e a cadeia global de suprimentos

Surto do coronavírus vai levar setor automotivo chinês a acelerar ritmo de desaceleração. foto: Reprodução/China Daily

Jornal GGN – Se antes a China era vista como a terra prometida para o setor de automóveis, o surto de coronavírus no país ameaça prolongar o ritmo de queda das vendas de veículos, o que deve afetar tanto a produção interna como a cadeia global de suprimentos.

As montadoras instaladas na China já passavam por um período de pressão em janeiro, quando fecharam para o Ano novo Lunar: as vendas estavam em queda há dois anos devido à perda de incentivos fiscais para carros elétricos e à desaceleração econômica, e as autoridades já esperavam por um terceiro ano de estagnação.

De acordo com informações da CNN, muitas dessas fábricas receberam ordens para seguir fechadas até a próxima semana, enquanto o governo luta para conter o avanço do coronavírus.

Prognósticos traçados pela S&P Global Ratings mostram que o surto do coronavírus forçará as montadoras da China a reduzirem suas produções em aproximadamente 15% no primeiro trimestre.

O impacto sobre o setor é maior já que a cidade de Wuhan, onde foram registrados os primeiros casos do surto viral, é um grande centro produtor de automóveis. Segundo a S&P Global Ratings, Wuhan e o resto da província de Hubei respondem por 9% da produção total de automóveis no país.

A expectativa é que a situação piore um pouco mais antes de voltar a melhorar. Existe a possibilidade de as paralisações serem estendidas para limitar o risco de contágio, o que deve comprometer até metade da produção de automóveis e autopeças na China – atingindo inclusive fábricas em cidades como Xangai e Tianjin. Quanto mais a crise se prolongar, maior a chance de que as cadeias globais de suprimentos de automóveis sejam danificadas.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador