O DIA EM QUE FELIPE MASSA

o dia em que felipe massa

… de manobra imoral da silva

massa podre de torta circense

não deixou que a experiência que nos passa…

veloz… tão veloz como a vida breve

acelerasse-o ao panteão nacional dos ídolos do coração

da brava nação sennista da silva!

daqui pra frente pode até ganhar… mas:

héroi nunca mais na mística brasileira.

quanto$ muito, ídolo de barro,

ídolo bezerro de ouro dos homens pulsos fracos

simulacro do ideal heróico e da bela morte;

pois que vendeu a alma de vencedor ao diabo;

se rendeu ao deus mercado/audiência/money

fez do mérito, da fúria, do talento, da vontade

mercadoria de si como persona do macacão ilustrado

de marcas&consumos&desejos&ganâncias.

se… mandasse o engenheiro de recados a la mierda,

se… fiel ao braço hábil e objetivo da gana de vencedor,

se… reflexo nos olhos ágeis da batalha o brilho/brio da nação,

se… bradasse entre os dentes da viseira: “No pasarán!”

se… então, desse um olé! no espanhol de cavalo franco-vendido,

e, se… finalmente:

ganhasse o grid no a/braço/coração aguerrido da nação reunida na teve

seria, então, a glória imortal que não tem preço nem vergonha nem desonra.

estaria, para sempre, nos corações e mentes da brava gente brasileira

mesmo que sem ganhar campeonato, ganhar mais nadinha da silva…

pois, ganha estaria a razão de ser e o prazer de vencer;

ganha estaria a alegria de viver… de correr como criança.

ganho estaria mais um dia de trabalho duro e digno

Leia também:  A grande dúvida: o mundo está perto de uma pandemia?

como o de tantos brasileiros heróicos sem nome neon…

só multidão e massa

… de manobra

massa do pão que o diabo do poder amassa desde sempre.

como disse o bruxo portenho:

“qualquer destino, por longo e complicado que seja,

consta na realidade de um único momento:

o momento em que o homem sabe para sempre quem é”.

e que não me venham com desculpas e justificativas,

pois que, vou de Schopenhauer que, em passagem famosa, escreveu:

“que não há ato,

que não há pensamento,

que não há doença que não sejam voluntários”.

jc.pompeu, fatídico jul 2010

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome