“O País se pergunta: o que só Bolsonaro sabe sobre o caso Marielle?”

Ao anunciar novas "armações" contra sua família, Bolsonaro parece atormentado pela síndrome do que está por vir, diz jornalista

Jornal GGN – Ao anunciar novas “armações” contra sua família, Bolsonaro parece atormentado pela síndrome do que está por vir”, diz jornalista Josias de Souza. “O País se pergunta: o que só Bolsonaro sabe sobre o caso Marielle?”

Na manhã de sexta (13), sem ninguém perguntar, Bolsonaro divulgou vídeo nas redes sociais em que afirma esperar novas “armações” contra seus filhos e ele próprio. Seria uma nova tentativa de implicar a família presidencial na morte de Marielle Franco.

“O que leva o presidente a parar o carro oficial na frente do Palácio da Alvorada para despejar sobre microfones e gravadores uma frase como essa: ‘No caso Marielle, outras acusações virão. Armações! Vocês sabem de quem'”, questiona Josias em comentário na TV Gazeta.

No sábado (14), a explicação veio à tona. Bolsonaro foi alertado por fonte próxima da polícia do Rio de Janeiro de que os investigadores do caso Marielle teriam em mãos uma conversa entre dois milicianos que comprometem Carlos e Flávio Bolsonaro.

Um deputado aliado garante que o grampo foi uma armação, uma conversa forjada para atingir o presidente, que será vazada para a imprensa para ver no que vai dar.

Na coluna Radar, o jornalista Robson Bonin acrescentou que “o entorno de Witzel diz que Bolsonaro retomou os ataques contra o governador porque precisa produzir ‘vacina’ contra eventuais revelações e achados das investigações que seguem no Ministério Público do Rio contra os filhos do presidente”.

“Bolsonaro não precisa de imprensa ou gente malévola para se enrolar. Bolsonaro tropeça na própria língua”, afirmou Josias.

Leia também:  Bolsonaro diz que Pazuello não ficará no Ministério da Saúde

Leia também: Bolsonaro espera vazamento de grampo que implicará filhos no caso Marielle

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

3 comentários

  1. Nassif: fale pro Josias que o MessiasDoBras sabe tudo do caso. É onisciente do buchicho. Desde antes do Porteiro do CondomínioDoTerror ter ligado prá Brasilia. Tão falando a vereadora chegou muito perto das Milícias e ameaçava negócios. E como, ao que parece, também implicaria em ameaçar interesses dos VerdeSauvas, seria o caso de “dois coelhos numa só cajadada”. Armas à vontade, no Condomínio maldito (dizem era arsenal dos Mariners), foi só o tempo do Mossad traçar rota, dia e momento. Penso que agora também o governador tá sabendo de detalhes. Mas, sabe como é, eleição só no próximo ano…

    3
    1
  2. Ademais…
    não é comum alguém ter receio do que desconhece

    reparem que passaram a se perder em “afetações” somente com o início das investigações

    antes, silêncio, e em alguns pontos ou momentos de guerra, até comemorações

    tá na rede do tempo que se amavam, é só pegar

  3. O Bolsonaro não pode explicar o que ele sabe sobre o assassinato da Marielle e do Anderson, ele pode apenas sentir. Explicar jamais.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome