Os espíritos “superiores” estão atualizando O Livro dos Espíritos, por Marcos Villas Boas

Não há seres superiores ou inferiores, e esse deve ser um dos pontos a serem atualizados no projeto sobre as visões mais atuais e profundas a respeito das 1.019 perguntas do livro escrito por Allan Kardec

Os espíritos “superiores” estão atualizando O Livro dos Espíritos

por Marcos Villas Boas*

Os espíritos mais iluminados são aqueles mais lúcidos. Como eles explicam, ter luz significa ter lucidez, o que vem da expansão da consciência. Não há seres superiores ou inferiores, e esse deve ser um dos pontos de O Livro dos Espíritos a serem atualizados no projeto que está sendo realizado para trazer visões mais atuais e profundas a respeito de cada uma das 1.019 perguntas do livro escrito por Allan Kardec com ajuda dos espíritos, que falaram por médiuns.

Espíritos muito lúcidos, membros do que se chama de A Grande Fraternidade Branca, boa parte envolvida com a elaboração de O Livro dos Espíritos no século XIX, estão incorporando novamente em médiuns que não se conhecem para atualizar o trabalho frente a todas as mudanças científico-filosóficas, socioeconômicas e outras havidas nos últimos 163 anos, desde a publicação do livro.

Segundo o Pai João de Angola, um fractal da consciência do mestre conhecido como Kuthumi (ou Koot Hoomi), explica no vídeo que pode ser acessado por este link que o objetivo não é contradizer o que foi feito antes, mas apenas trazer para hoje. Assim como sabemos mais quando temos trinta anos do que quando temos dez anos, em 2020 sabemos imensamente mais do que quando estávamos em 1857, ano em que O Livro dos Espíritos foi publicado pela primeira vez. Quase tudo mudou profundamente de lá para cá.

E como se pode saber que esse projeto chamado de O Livro dos Espíritos atualizado para o século XXI é de confiança? Allan Kardec ensinou que cada um deve ouvir os espíritos falando e perceber se aquela mensagem é realmente lúcida, se o médium parece bem sustentado e assim por diante. Não adianta ficar buscando uma falsa segurança na palavra do outro.

Cada um deve sentir no seu coração se o que é dito ali faz sentido para si, mas bem atento para que não exista nenhum apego ao que se acreditava antes. Se o indivíduo for ouvir as mensagens deste novo trabalho apegado ao que foi dito no passado tenderá a ter desafios para aceitar em seu coração o que é dito agora, ainda que seja somente um aprofundamento.

Kardec sempre afirmou que estava criando uma corrente científico-filosófica progressiva, que evoluiria com o tempo. Se ele tivesse vivido 300 anos, estaria provavelmente até hoje falando com os espíritos e atualizando o que havia escrito antes, aprofundando e assim por diante. É a humilde, porém audaciosa, proposta deste trabalho realizado agora com a chancela dos espíritos lúcidos.

Este que aqui escreve recebeu uma intuição quando assistia o filme Kardec pela segunda vez para que realizasse esse projeto com alguns amigos. Ao contatar um amigo que é médium muito ostensivo, este conversou com seus guias e confirmou que o trabalho deveria ser realizado.

No primeiro vídeo do projeto (clique no link aqui), no qual o espírito guardião do médium referido responde às perguntas 1 a 6 de O Livro dos Espíritos, ele também explica como o trabalho deve ser realizado, como foi previamente definido no plano espiritual e a razão de ele vir à dimensão encarnada neste momento.

Já neste primeiro vídeo, são trazidas visões sobre Deus muito profundas e que somente agregam àquelas do livro original, permitindo uma compreensão que incentiva uma conexão direta de cada ser humano com o Todo e a expansão da consciência, por meio da liberação das ilusões, de modo a chegar a uma maior presença do espírito na matéria.

Todo o trabalho é um bálsamo de sabedoria e de incentivo ao auto-amor, ao sentir e ao equilíbrio das dualidades com vistas na unificação com Deus, o Todo, a presença sentida. Vai-se da física quântica aos conhecimentos atlantes, passando por estudos acerca dos mais diversos sistemas estelares como origens dos seres que habitam a Terra, dentre outras informações interessantíssimas para uma maior compreensão de como podemos manifestar mais do Deus que existe em nós e ainda compreender melhor a história do planeta, sua relação com os demais, dentre muitos outros temas palpitantes.

O projeto está sendo convertido em livro e será publicado em diferentes volumes que trarão as respostas dadas pelos espíritos no século XIX e depois as respostas dadas pelos espíritos no século XXI, para que cada leitor possa fazer um estudo considerando as evoluções acontecidas nos últimos cento e sessenta e três anos.

O primeiro volume do livro sai ainda neste ano, mas os vídeos de cada trabalho já estão sendo todos publicados na íntegra para que os interessados não percam nenhuma resposta dos sábios espíritos.

*Marcos de Aguiar Villas-Bôas é um dos organizadores do projeto O Livro dos Espíritos atualizado para o século XXI, Doutor em Filosofia do Direito pela PUC-SP, autor do livro “Luz, Sombra, Dualidade, Unificação: a cura para todos os males”, palestrante e terapeuta.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora