Para entender a dança dos números de Covid-19 em São Paulo

Quando se analisa o estado da ótica das regiões de saúde, percebe-se uma queda no crescimento dos casos - ou seja, continuam crescendo, embora em ritmo menor.

Primeiro, as boas notícias.

Na média diária semanal de novos casos, há uma queda no estado de São Paulo. O crescimento caiu para 2,9%, depois de se estabilizar acima de 4% no início de junho. Razão para o isolamento? Nem tanto.

Uma taxa diária de 2,9% equivale a uma taxa mensal de 41,3%, elevada ainda.

 

 

 

 

Esse crescimento se dá em cima de uma base extraordinariamente alta, de mais de 10 mil novos casos por dia.Quando se analisa o estado da ótica das regiões de saúde, percebe-se uma queda no crescimento dos casos – ou seja, continuam crescendo, embora em ritmo menor.Transformando os dados em uma mesma métrica mensal, fica mais fácil perceber a desaceleração. Mesmo assim, os índices continuam extremamente elevados, dados que em cima de uma base já elevada.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

2 comentários

  1. Porcentual de aumento de casos não quer dizer nada.
    Simplesmente porque se testa muito pouco e os testes me parecem que estão aumentando.
    É interessante também saber como são esses testes. Sé pra saber se a pessoa ja pegou o virus ou se está com o dito cujo no momento. Para efeito de direcionamento da pandemia, obviamente só interessa o segundo caso.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome