Para Lula, Lava Jato tentou desviar a atenção do fundo de R$ 2,5 bi negociado nos EUA

Para Lula, a prisão de Temer, Moreira Franco e outros nomes ligados à cúpula do MDB foi um "espetáculo" que foge do "devido processo legal"

Jornal GGN – A assessoria do ex-presidente Lula publicou um “recado” do petista na noite desta quinta (21), avaliando a prisão de Michel Temer, Moreira Franco e outros caciques do MDB como uma “pirotecnia” da Lava Jato para “desviar a atenção” do polêmico acordo que fez com a Petrobras para receber R$ 2,5 bilhões. Para Lula, a prisão de Temer foi um espetáculo que foge do devido processo legal.

O caso foi parar no Supremo Tribunal Federal, que analisará a lisura do acordo feito pelos procuradores da força-tarefa. O montante bilionário decorre de multa aplicada à Petrobras pelo Departamento de Justiça dos EUA, que apresentou uma denúncia contra a estatal com ajuda do Ministério Público brasileiro.

Segundo Lula, “a Lava Jato tenta desviar a atenção do descrédito em que estava caindo e do fundo de 2,5 bilhões que negociaram com os EUA. A Força Tarefa não precisa de pirotecnia para sobreviver, precisa de sobriedade.”

A Lava Jato também sofreu outra derrota recente, com o Supremo Tribunal Federal reconhecendo a competência da Justiça Eleitoral para processar e julgar crime de caixa 2. Para os procuradores de Curitiba, a decisão esvaziou a operação.

Temer, Moreira e outros nomes ligados ao MDB foram presos pela Lava Jato do Rio de Janeiro. O mandado de prisão preventiva foi assinado por Marcelo Bretas em 19 de março. No mesmo dia, a imprensa noticiava a escalada de uma briga entre Sergio Moro e Rodrigo Maia – genro de Moreira Franco – por conta da tramitação do pacote anticorrupção.

4 comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome