Paulo Guedes se afasta de debate sobre Orçamento impositivo

Decisão é válida por tempo indeterminado, e foi tomada por Bolsonaro a pedido do próprio ministro da Economia devido a insegurança jurídica com projeto de lei

O ministro da Economia, Paulo Guedes. Foto: Reprodução

Jornal GGN – O ministro da Economia Paulo Guedes foi afastado, por tempo indeterminado, de tomar decisões sobre algumas ações orçamentárias, como abertura de créditos suplementares e especiais e remanejamento de recursos, devido a falta de segurança jurídica sobre o que pode e não pode fazer na gestão do Orçamento Impositivo.

A decisão foi tomada pelo presidente Jair Bolsonaro a pedido do próprio Guedes, e já foi publicada no Diário Oficial da União nesta terça-feira. Segundo informações do jornal O Estado de São Paulo, Guedes fez o pedido de suspensão há cerca de duas semanas por razões operacionais, mas não se imaginava que o despacho fosse publicado hoje.

A publicação ocorreu no momento em que o governo tenta negociar uma saída para a votação dos vetos que tratam do poder dado ao relator, deputado Domingos Neto (PSD-CE), o que aumentou os ruídos a respeito.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Vítima de criminalização, professor universitário do Pará é absolvido de acusação feita pela Vale

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome