PEC da Transição será votada na próxima terça-feira

Tatiane Correia
Repórter do GGN desde 2019. Graduada em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Com passagens pela revista Executivos Financeiros e Agência Dinheiro Vivo.
[email protected]

Data foi oficializada por Arthur Lira (foto), que pediu a Rodrigo Pacheco antecipação da sessão do Congresso para amanhã

Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), anunciou a votação da PEC da Transição (PEC 32/22) para a próxima terça-feira, dia 20.

Segundo a Agência Câmara de Notícias, Lira pediu ao presidente do Congresso, senador Rodrigo Pacheco (PSD), que convoque sessão para amanhã (16/12) para discutir assuntos orçamentários, lembrando que a diplomação dos deputados eleitos irá esvaziar o Parlamento na próxima segunda-feira.

“Fiz um apelo ao presidente Pacheco para que ele faça o favor de convocar o Congresso para amanhã já que na segunda-feira será o dia das diplomações”, disse.

“Nós vamos utilizar o Plenário da Câmara dos Deputados na terça o dia todo com a pauta da PEC da transição”, ressaltou Lira, o que deve fazer com que a PEC seja discutida no decorrer do dia.

Reta final das negociações

Segundo Arthur Lira, as negociações para a votação da PEC seguem em andamento “para que se tenha o quórum necessário para enfrentar as votações”.

O deputado José Guimarães (PT-CE), que lidera as negociações da PEC, afirmou que a base do governo Jair Bolsonaro precisa aprovar a proposta para “fechar as contas” do atual governo.

“É esse governo e a base desse governo – que fica aqui criticando – quem mais precisa da aprovação desta matéria. Do contrário, o atual do governo não fechara as contas e, além dos processos, deixará um rombo fiscal de mais de R$ 20 bilhões”, disse.

Segundo Guimarães, os parlamentares vão conversar com o presidente eleito para definir quais os pontos inegociáveis do projeto.

O ano legislativo na Câmara deverá se encerrar na próxima quarta-feira com a votação do Orçamento.

Saiba Mais

Tatiane Correia

Repórter do GGN desde 2019. Graduada em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Com passagens pela revista Executivos Financeiros e Agência Dinheiro Vivo.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador