Perdas na explosão do porto de Beirute se aproximam de US$ 3 bilhões

Valores projetados por seguradoras se aproximam aos registrados em explosão ocorrida no porto de Tianjin, na China, que ocorreu em 2015

Foto: CivilDefenseLB - via fotospublicas.com

Jornal GGN – As perdas cobertas por seguros na explosão que ocorreu em armazém do porto de Beirute devem chegar a aproximadamente US$ 3 bilhões, segundo analistas e fontes da indústria. O valor é próximo do registrado em explosão no porto de Tianjin, na China, em 2015.

Segundo informações da agência de notícias Reuters, autoridades projetam US$ 15 bilhões em perdas econômicas, e muitas delas não eram cobertas por seguros.

Fonte consultada pela Reuters estima em cerca de US$ 2 bilhões a US$ 3 bilhões as perdas seguradas na explosão de Beirute, incluindo reclamações do próprio porto por danos materiais e a interrupção de negócios.

Na China, as perdas foram altas em parte por conta do valor de milhares de carros importados que estavam armazenados no porto. Em Beirute, a explosão destruiu o único grande silo de grãos do Líbano, além de propriedades residenciais, restaurantes e hotéis.

 

Leia Também
Explosões em Beirute ameaçam segurança alimentar do Líbano, que importa 85% do que consome
Com o povo revoltado, governo do Líbano vai investigar se explosão foi “ataque externo”
A noiva de Beirute e a explosão, por Urariano Mota
Documentos sugerem que agências governamentais sabiam sobre nitrato de amônio em porto de Beirute

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Cláudio Couto: Moro e Mandetta podem conquistar bolsonaristas arrependidos

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome