PF interroga Pazuello sobre crise em Manaus

Pazuello deve esclarecer, de fato, quando o Ministério foi notificado sobre a falta de oxigênio nos hospitais da capital amazonense e se houve negligência

Jornal GGN – O ministro da Saúde de Jair Bolsonaro (sem partido), general Eduardo Pazuello, presta depoimento à Polícia Federal nesta quinta-feira, 4, sobre a inércia do governo federal frente ao colapso do sistema de saúde em Manaus, no Amazonas. Em 14 de janeiro, amazonenses internados pela Covid-19 morreram asfixiados com o fim do estoque de oxigênio na capital.

A oitiva começou por volta das 14h30, no hotel de trânsito onde Pazuello mora em Brasília, segundo informações do jornalista da CNN Brasil, Kenzô Machida. 

À PF, Pazuello deve esclarecer, de fato, quando o Ministério foi notificado sobre a falta de oxigênio nos hospitais da capital amazonense e se houve negligência. 

A ação acontece por meio do inquérito aberto, no último dia 25, pelo ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), a fim de apurar atuação de Pazuello sobre a crise. O pedido foi feito pela Procuradoria-Geral da República. 

O conteúdo do depoimento está em sigilo e, agora, a PF terá 60 dias para concluir a investigação.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome