Pitaco da delação premiada

    Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

    Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

    Assine agora

    Leia também:  Thamea Danelon, da Lava Jato em SP, palestrou para agentes do FBI em 2016

    10 comentários

    1. Segundo o procurador com nome

      Segundo o procurador com nome de remédio, os réus “querem” colaborar com a justiça. Eles não fazem delações porque ficam presos “preventivamente” até que delatem quem eles quiserem.

      • Prisão colaborativa
         

         

        Veja você, se eles não fossem servidores públicos, o que eles fazem para obrigar confissões e “colaboraçẽos premiadas” tem o curioso nome de extorsão mediante sequestro:

        O crime de extorsão mediante seqüestro está previsto no art. 159 do Código Penal, e sem sua forma fundamental será punido com reclusão, de oito a quinze anos, quem “seqüestrar pessoa com o fim de obter, para si ou para outrem, qualquer vantagem, como condição ou preço do resgate”.

        Se o seqüestro durar mais de vinte e quatro horas, se o seqüestrado for menor de dezoito anos, ou se o crime for cometido por bando ou quadrilha, a pena de reclusão será de doze a vinte anos.

        Entendo que a ação é parecida, só que sob amparo dos cargos dos procuradores e da PF, principalmente quando não há provas físicas, ou indícios de crimes, apenas acusações.

        No meu entender, conduções coercitivas não passam de sequestro para extorquir confissões ou formar culpas.

        Esquisito, né?

        Não há diferença visível entre o caráter de bandidos e certos  “representantes da lei” que só  estão em polos opostos mas desrespeitando a lei.

         

    2. A classe média brasileira vestiu a camiseta da

      impoluta cbf, saiu de casa a pedido da impoluta globo, e gritou que não queria que o brasil virasse uma Venezuela: de fato com um mpf desses já estamos bem abaixo da Venezuela (com todas suas limitações).

    3. Esse cara é um procurador da

      Esse cara é um procurador da república ou um gerente da Ricardo Eletro? Ele está vendendo acordo de delação premiada ou geladeira? não entendi direito

    4. SUGESTÃO AO PROCURADOR

      Sugiro ao Procurador Dallagnol duas estratégias para que algum acusado opte pela delação premiada e não se sinta tentado a esperar um indulto:

      1) – Mantenha o acusado em prisão preventiva por tempo indeterminado, sem perspectivas de levá-lo a julgamento;

      2) – Ameace envolver familares próximos do acusado e de mantê-los também em prisão preventiva por tempo indeterminado, sem perspectivas de levá-lo a julgamento.

      Contudo, deve-se tomar o cuidado de verificar antes se o acusado e familares não têm dupla cidadania, principalmente a brasileira e a espanhola.

      Espero ter colaborado.

       

    5. 100% FREE

      Caro Provocador da República, o que fez você e sua equipe quando delatores entregaram Aécio Neves? E quando entregaram José Serra? E quando entregaram Fernando Henrique Cardoso? 

      Caro Provocador da República, Eduardo Azeredo, tucano, enquadra-se no seu conceito de demora judicial ?

      Caro Provocador da República, o caso de Walfrido dos Mares Guia, que livrou-se do processo do Mensalão Mineiro por inanição do judiciário, enquadra-se no seu conceito de risco de prescrição?  

      Caro Provocador da República, Aécio Neves, tucano, enquadra-se no seu critério de risco em permanecer solto?

      Caro Provocador da República, por qual razão as palavras de criminosos, sem provas materais, valem para Lula e o PT e não valem para incriminar, com provas, integrantes da Força Tarefa de Curitiba?

      Caro Provocador da República, quais as providências judiciais estão sendo tomadas com relação aos crimes denunciados à Força Tarefa praticados antes de 2003? Se houve delação e nada foi feito, isso não é prevaricação?

      Caro Provocador da República, qual a dificuldade em ouvir Tacla Duran na Europa se vez por outra vocês vão ao MP dos Estados Unidos para tratar de cooperação na Operação Lava Jato ? 

      Caro Provocador da República, qual a diferença entre suas palestras e as de Lula?

      Caro Provocador da República, por qual motivo apenas no caso do Presidente Lula o senhor convocou toda Imprensa para apresentar a denúncia por meio de um Power Point ? 

      Caro Provocador da República, não é contraditória sua atitude quando se expõe nas mídias e dá enorme importância ao ato da denúncia do Presidente Lula mas se ausenta todas as vezes em que ele fala em juizo ?

      Caro Provocador da República, qual a diferença jurídica entre seus títulos de propriedade dos imóveis situados em Pato Branco e aquele da Caixa Econômica Federal apresentado pela defesa do Presidente Lula no caso do Triplex do Guarujá ?

      Caro Provocador da República, …

      Caro Provocador…

       

    Deixe uma mensagem

    Por favor digite seu comentário
    Por favor digite seu nome