Polícia Civil do DF faz busca e apreensão em base bolsonarista

Ação ocorreu antes de manifestação neste domingo, e tinha como alvo grupo de militantes acampados em frente ao Ministério da Agricultura

Foto: Reprodução/Polícia Civil do Distrito Federal

Jornal GGN – Antes das  manifestações pró e contra o governo Jair Bolsonaro em Brasília, a Polícia Civil do Distrito Federal cumpriu mandados de busca e apreensão em uma chácara usada como base por um grupo bolsonarista que esteve acampado na cidade até a última semana.

Segundo informações do jornal O Estado de São Paulo, a ação da Coordenação Especial de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Cecor) teve como alvo o chamado “QG Rural”, grupo de militantes bolsonaristas que estiveram acampados em frente ao Ministério da Agricultura.

O grupo é alvo de investigação por atos como os ataques com fogos de artifício ao edifício do Supremo Tribunal Federal (STF) em 13 de junho, depois que a Polícia Militar do DF desmontou os acampamentos pró-Bolsonaro na Esplanada dos Ministérios.

Os integrantes do chamado “QG Rural” seguiram instalados em frente ao Ministério da Agricultura, onde chegaram a receber a visita do ex-ministro da Educação Abraham Weintraub, que reafirmou as declarações contra o STF e que levaram à sua exoneração no último dia 18.

 

Leia Também
Coronavírus: Brasil pode ter 21 mil mortes a mais
Frederick Wassef: “eu e o presidente viramos uma pessoa só”
Ex-aliado de Bolsonaro joga a toalha: “a vaca já foi para o brejo”
Do Banestado à Lava Jato: o passado de Sergio Moro

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

  1. Moro vemos omissões da briga de quadrilha c/ o “Bozó” fala tudo vai! É notório uma parcela dos Brasileiros gostam de bandidos, melecianos “Bozó” é chefão de quadrilha com seus filhos lamentável bandidos terrem adeptos!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome