Policial diz a deputado bolsonarista que mandou queimar faixa pró-democracia

Declaração foi captada em transmissão realizada por Daniel Silveira, o mesmo que quebrou a placa em homenagem a Marielle Franco

Daniel Silveira, deputado federal (PSL-RJ) conhecido por ter quebrado placa de homenagem a Marielle Franco. Foto: Reprodução

Jornal GGN – Em meio às manifestações contra e a favor de Jair Bolsonaro na orla da praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, um policial militar afirmou ao deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) que mandou queimar uma faixa de grupo contrário ao presidente.

Segundo o jornal O Estado de São Paulo, a declaração foi captada pela transmissão feita nas redes sociais pelo próprio parlamentar, que ficou conhecido por ter quebrado uma das placas de rua feitas em homenagem à vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ).

Daniel Siqueira (esq.), deputado federal eleito pelo PSL-RJ. Foto: Reprodução

Nas imagens, o grupo contrário a Bolsonaro segura uma faixa com os dizeres “Democracia Rubro-Negra”, produzida por torcedores do Flamengo que se identificavam como antifascistas. Ao pedir para ir até os manifestantes, Silveira ouviu de um agente que ele já tinha mandado queimar a bandeira.  “Meus amigos tá ali (sic), já mandei eles ir lá queimar aquela bandeira ali (sic)”, comentou o policial, chamado pelo deputado de “capitão”.

A íntegra da transmissão contém aproximadamente 14 minutos, e a declaração do policial a Siqueira pode ser ouvida com clareza aos 3 minutos e 50 de gravação, como é possível verificar clicando aqui.

Enquanto a manifestação contra Bolsonaro era de repúdio ao presidente, os bolsonaristas tinham como mote o protesto contra o inquérito das fake news em andamento no Supremo Tribunal Federal (STF) e a favor do impeachment dos 11 ministros da corte.

 

Leia Também
STF e TSE terão que acelerar a cassação de Bolsonaro, por Luis Nassif
PGR envia para primeira instância caso sobre ameaças de Sara Winter ao STF
Próximos passos do inquérito das fake news mira Carlos Bolsonaro, diz jornal
GGN prepara dossiê sobre trajetória de Sergio Moro

 

6 comentários

  1. Tem muito babaca ligado ao psl (laranjal fascista). Mas vão ficar na merda, breve.
    O partido já virou chorume..

  2. Um policial que comete um ato desses precisa ser preso e punido de forma exemplar. Se ele continuar solto irá servir de exemplo para outros animais como ele que estão só esperando a ordem para começar a ditadura.

  3. Triste mas no RJ polícias militar e civil e policias paralelas com milícias e traficantes se confundem e são uma organização única . Infeliz o cidadão brasileiro! Em futuro breve não saberemos se estamos pagando impostos ou achaque dos coletores milicianos criminosos! Na mente de Bolsonaro tudo será resolvido na bala.

  4. As instituições STF,TSE, Congresso Nacional e Senado, tem que urgentemente fazer a vontade da maioria da população e acelerar o impeachment desse governo demoníaco!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome