População barra Audiência do Rodoanel e defende a Lei

População de Guarulhos questiona e barra AP

http://www.znnalinha.com.br/blog_rodoanel/

 

– AUDIÊNCIA EM GUARULHOS CANCELADA NO GRITO
Postado em Thu, 16 Dec 2010 10:57:01 por ZNnaLinha

Apesar do Ministério Público Federal ter recomendado o adiamento das
Audiências Públicas referentes ao Licenciamento Ambiental, o Consema e
o Dersa insistiram em fazer a audiência em Guarulhos. Na pressa de
licenciar a obra antes do fim da atual gestão estadual, o processo tem
corrido de forma açodada, sem que os ambientalistas e a população
sejam ouvidos de forma adequada.

O auditório da UNG (Universidade Guarulhos)ficou lotado de pessoas que
vinham “em busca de sua casa”. Vieram de ônibus, ganharam R$ 50,00 e
um lanche (informação confirmada pelo Jornal da Tarde de 16/12). Porém
encontraram cidadãos da cidade de Guarulhos que há dez anos lutam pela
aprovação da APA Cabuçú, que será atingida diretamente pelo Rodoanel.
A administração pública veio em peso ao evento. Do prefeito de
Guarulhos aos secretários de Desenvolvimento e do Meio Ambiente.
Diversos vereadores de vários partidos, assessores e secretários.
ONGs, cidadãos, empresários, professores e alunos. A presentação
começou com uma hora de atraso, segundo o sr. Germano, secretário
executivo do Consema, para que as pessoas pudessem se inscrever para
falar. E centenas se inscreveram sem saber que apenas 20 teriam a
palavra. Inicialmente o sr. Hermes da Silva, das relações
Institucionais do Dersa, expunha a duvidosa política ambiental do
empreendimento, já sob protestos. Quando a sra. Ana Maria do consórcio
GP-Prime, responsável pelo EIA RIMA do trecho Norte, iniciou sua
exposição, a gritaria foi total e apesar das tentativas, a Audiência
começou a ferver com as pessoas se alterando pois tanto os prós ,
quanto os contra estavam em grande número, e com os ânimos exaltados,
dois cidadãos, que vieram se manifestar, acabaram rolando em briga no
meio do público.

Não havia policiamento e a saída não comportaria uma debandada geral,
o que poderia provocar um desastre. Neste momento o poder público,
comandado pelo prefeito de Guarulhos, agiu de forma sensata, e depois
de negociações, mediante os gritos de “Cancela” de todos os lados. O
sr. Germano, evidentemente a contragosto, decretou o cancelamento da
Audiência, provocando a euforia com gosto de vitória dos
ambientalistas presentes. O que o MPF recomendou, o que os políticos
pediram, o que os ambientalistas queriam, foi ganho no grito. A
população afetada quer ser ouvida com seriedade. Não há mitigação nem
compensação para árvores de 200 anos, nem animais em extinção, nem
patrimônio histórico, nem remoção, que possam ser feitas no
afogadilho.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador