Prerrô debate os mistérios das colaborações internacionais da Lava Jato

A cooperação internacional na Lava Jato tem indícios de irregulares. Mensagens de Telegram já mostraram a pré-disposição da turma de Curitiba em contornar a autoridade central para dialogar diretamente com o FBI

PARTICIPANTES

Coordenação e mediação
Marco Aurélio de Carvalho, advogado especializado em Direito Público e coordenador do Grupo Prerrogativas, Gabriela Araujo, professora de Direito Eleitoral e Coordenadora da Extensão na Escola Paulista de Direito, e Fabiano Silva dos Santos, advogado, professor universitário, mestre em Direito Político e Econômico pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e doutorando em Direito pela PUC-SP, e coordenador-adjunto do Grupo Prerrogativas.

Palestrantes

Wadih Damous, advogado e mestre em Direito Constitucional e do Estado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Foi presidente da OAB-RJ, presidiu a Comissão da Verdade do Rio e a Comissão Nacional de Direitos Humanos da OAB. Foi deputado federal de 2014 a 2019 e é autor de mais de 25 projetos que tratam do sistema de justiça, direitos trabalhistas, defesa da advocacia e encarceramento em massa.

Dora Cavalcanti, advogada criminalista e conselheira do Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD), entidade da qual já foi presidente. Foi conselheira do Instituto Latino Americano das Nações Unidas para Prevenção do Delito e Tratamento do Delinquente (ILANUD) e membro do Conselho Consultivo da Ouvidoria da Defensoria Pública do Estado de São Paulo.

Bob Fernandes, jornalista e autor formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Foi um dos fundadores da revista Carta Capital.

Leia também:

A influência dos EUA na Lava Jato: 5 vídeos para entender o assunto

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome