Primeiras pesquisas mostram Biden à frente de Trump

Contudo, vantagem registrada pelo ex-vice-presidente no governo Obama é menor do que a registrada por Hillary Clinton em 2016

Foto: Reprodução/Wikipedia

Jornal GGN – O ex-vice-presidente Joe Biden lidera as primeiras pesquisas nacionais e em estados importantes para a eleição presidencial nos Estados Unidos, mas a vantagem apresentada em relação a Donald Trump é menor do que a registrada por Hillary Clinton no mesmo período de 2016.

Segundo informações do jornal Folha de São Paulo, a aposta de Biden é na tração que ele tem ganhado entre os eleitores da base de Trump como forma de levar os democratas de volta à Presidência dos Estados Unidos.

Levantamento do Deltafolha a partir de pesquisas feitas em junho, Biden supera o presidente republicano em 6,8 pontos percentuais na média nacional, mas esse índice é 1,8 ponto percentual menor ante o que Hillary registrava no mesmo período.

Biden também está à frente de Trump em estados considerados chave, como Flórida e Wisconsin, mas sua margem é mais aperta e chega, no máximo, a 6,3 pontos percentuais.

Os cálculos elaborados pelo Deltafolha consideram a média dos números nacionais e em seis estados apontados como alguns dos mais importantes da disputa: Arizona, Iowa, Carolina do Norte, Pensilvânia, Wisconsin e Flórida.

Embora ainda seja cedo para se fazer prognósticos, será necessário acompanhar como os estados-chave serão afetados pela pandemia do coronavírus e pela crise econômica no segundo semestre.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

3 comentários

  1. SFW , o que vale é o Colégio Eleitoral , e Biden ainda tem de explicar algumas coisas, bem como Trump.
    Creio que Trump se reelege , mesmo perdendo no total de votos.
    Os “rednecks” no Meio-Oeste não votam nos “burrinhos”.

  2. Vantagem em números agregados não quer dizer absolutamente nada.
    A eleição nos EUA é indireta. Ponham isso em suas cabecinhas.
    A dificuldade de entender isso deve ter origem em um conflito cognitivo nos americanófilos, que acreditam que lá existe uma grande democracia. Os tão bajulados país-fundadores, em sua quase totalidade escravagistas, criaram um sistema político que tinha como objetivo estabelecer um controle pela aristocracia, melhor dizendo, plutocracia.
    E assim continua, de tal modo que pouca diferença existe entre o governo dos democratas ou dos republicanos.
    Aliás, o sonho da esquerda brasileira é ser igual ao partido democrata gringo.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome