Procurador pede afastamento de Wajngarten da Secom

Solicitação tem como base denúncias envolvendo o sigilo sobre gastos da Secom com publicidade na internet no governo Bolsonaro

O secretário de Comunicação Social da Secretaria do Governo Bolsonaro, Fabio Wajngarten. | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Jornal GGN – O subprocurador-geral Lucas Furtado acionou nesta terça-feira, 16 de julho, o Tribunal de Contas da União (TCU) para pedir o afastamento de Fábio Wajngarten, chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom). As informações são da coluna de Bela Megale, no O Globo.

A solicitação de Furtado contra Wajngarten tem como base denúncias envolvendo o sigilo de dados sobre gastos da Secom com publicidade na internet no governo de Jair Bolsonaro (sem partido). 

De acordo com reportagem, Wajngarten vem descumprindo uma decisão da Controladoria-Geral da União (CGU) e, há três meses, mantém em segredo tais informações. No entanto, o chefe da Secom negou as informações, em seu perfil no Twitter.

Segundo a coluna, ainda assim, Furtado afirmou que pedido de afastamento já foi realizado oralmente ao chefe de gabinete e ministro Vital do Rêgo. Além disso, o presidente do TCU, José Mucio, também foi comunicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Ministério não compra insumos, e Brasil tem mais testes armazenados do que feitos até agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome