Programa melhora produtividade da agricultura familiar

A cooperativa de agricultura familiar do município de Irecê, na Bahia, passa a fazer parte do Programa de Estruturação Produtiva Agrícola, desenvolvido pela Petrobras, junto com a subsidiária Petrobras Biocombustível. Para este programa serão investidos R$ 8,6 milhões em projetos para a melhoria das condições do solo de uma área de 23.660 hectares em que trabalham 9.100 agricultores familiares de 63 municípios. O convênio foi assinado nesta terça-feira, 1/3, em Irecê, e contou com a presença da presidenta da República, Dilma Rousseff, do governador do Estado da Bahia, Jacques Wagner, do presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo, e do presidente da Petrobras Biocombustível, Miguel Rossetto.     

Por meio do Programa Desenvolvimento & Cidadania, a Petrobras aplicará R$ 45 milhões na Estruturação Produtiva Agrícola. O projeto beneficiará 40 mil agricultores familiares, que juntos cultivam 89 mil hectares de terras. Ao todo, são 571 municípios em oito estados dosemiárido brasileiro: Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. Espera-se com a implantação deste Programa um aumento de 200 kg por hectare, o que significará um aumento de 35%na produtividade média de grãos. Com a melhoria das condições do solo, o Programa de Estruturação Produtiva Agrícola promove o aumento da produtividade de oleaginosas e espécies alimentares e, por consequência, o incremento da renda do agricultor familiar.

Os recursos do Programa de Estruturação Produtiva Agrícola serão aplicados em duas safras na Bahia, num período de dois anos e meio. Nesta primeira etapa, serão investidos R$ 4,37 milhões numa área de 12.153 hectares, atendendo a 4.727 agricultores familiares.

Em Irecê, na Bahia, a Cooperativa da Agricultura Familiar do Território de Irecê (COAFTI) se junta a outras três cooperativas parceiras deste projeto: Cooperativa de Produção e Comercialização da Agricultura Familiar do Estado da Bahia (COOPAF), Cooperativa Mista dos Produtores da Agricultura Familiar (COOMAF) e Cooperativa de Produtores Rurais da Região de Olindina (COOPERO).

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora