Qualquer intervenção do governo nos preços dos alimentos será um desastre, afirma Maia

Segundo deputado, medidas que possam congelar o preço dos alimentos ou gerar pressão sobre supermercado são negativas

Rodrigo Maia (DEM). | Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Jornal GGN – Alinhado ao Ministério da Economia de Bolsonaro, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta sexta-feira, 11 de setembro, que qualquer intervenção do governo nos preços dos alimentos “será um desastre”. Nas últimas semanas, o valor de itens essenciais da cesta básica do brasileiro apresentaram alta de até 100% em todo país. 

“Qualquer intervenção nos preços como no passado (…) será um desastre, se esse for o caminho do governo, que, de alguma forma, foi o caminho sinalizado pelo Ministério da Justiça”, afirmou o deputado, segundo o G1. 

Na quarta-feira, 9 de setembro, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), braço do Ministério da Justiça, encaminhou uma notificação para que 10 empresas e associações de produção de alimentos e 21 redes de distribuição prestassem esclarecimentos sobre o aumento dos preços de alimentos como arroz, feijão, óleo de soja e leite. 

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, chegou afirmar que o governo não faria “nenhuma intervenção” nos preços dos alimentos, mas o mandatário Jair Bolsonaro (sem partido) disse ontem, durante transmissão em redes sociais, que autorizou a medida da Senacon, que foi questionada pelo Ministério da Economia.

Para Maia, medidas que possam congelar o preço dos alimentos ou gerar pressão sobre supermercado são negativas. No entanto, ele entende que ações de curto prazo podem ter impacto considerável sobre o valor de alguns produtos.

Com informações do O Globo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora