Queda da Bolsa brasileira foi muito mais aguda que em outros países

Na coluna Maiores Altas, não houve o registro de nenhuma alta. Registrou as menores quedas.

CORREÇÂO – na comparação com outras bolsas, não se levou em conta a queda que registraram no Carnaval – período em que a bolsa brasileira não operou. Obviamente, a comparação teria que levar em consideração o período total

Para quem achava que a queda nas bolsas tinha sido generalizada, em função da coronavirus, um breve apanhado sobre o desempenho das principais.

A do Brasil despencou 7,03%.  Apenas duas registraram quedas discretas? Austrália (-0,17%) e Holanda (-0,12%). As demais permaneceram praticamente estáveis.

No caso do Brasil, a bolsa derreteu, confirmando os receios de que havia uma bolha nos preços das ações.
Na coluna Maiores Altas, não houve o registro de nenhuma alta. Registrou as menores quedas.

Nas Maiores Baixas, ações de companhias aéreas – aí, sim, pelo impacto da coronavirus nas viagens internacionais. Mas queda subsbtancial em empresas de commodities, como Petrobras e Vale.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Um passeio na história do conservadorismo norte-americano

5 comentários

  1. Desculpe, Nassif, mas a comparação não é válida.

    A queda da BOVESPA reflete as quedas nas demais bolsas na segunda e na terça, dias em que não houve pregão só aqui, por conta do Carnaval. É impossível saber qual teria sido a tendência hoje se houvesse pregão desde segunda.

    Por outro lado, é sabido que a baixa dos juros levou muitos pequenos poupadores da Renda Fixa para a Bolsa. Ou seja: há sim uma bolha, mas ela AINDA não estourou.

    6
    1
  2. A analise para ser correta teria que adicionar as quedas das bolsas na segunda e terca feira que foram feriados aqui no Brasil.

  3. Se levar em consideracao a queda do DowJones entre segunda a quarta feira a queda foi por volta de 7 a 8%.
    De 29000 a 27000 pontos.

    1
    1
  4. Corretíssimas as observações do André e do Marcelo, aí em cima. Que bobeada do editor, hem! É a tal sofreguidão em emitir uma análise de qualquer forma a que já me referi em outro artigo do Nassif. A que se ter mais cuidado. Olha o descrédito!

    1
    1
  5. O fator câmbio.
    Na comparação internacional, além de considerar o carnaval, precisa considerar a variação da taxa de câmbio.

    Neste caso a queda é maior ainda em dólares.
    Só não é maior em função do BC estar a financiando a saída de investidores estrangeiro, vendendo dólares das Reservas Cambiais no mercado à vista.

    Isto sem falar dos investidores nacionais que aplicam via paraíso fiscal, e são beneficiados duplamente na medida que comprar swaps cambiais vendidos pelo BC.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome