São Paulo fecha junho com 55 mil casos de covid acima do esperado

Projeção oficial do governo apontava para 235 mil casos confirmados até o final do mês. Dado real é de 290 mil casos. Total de mortes ficou abaixo da projeção

Jornal GGN – O estado de São Paulo fechou o mês de junho de 2020 com mais casos confirmados de coronavírus do que o esperado pela projeção elaborada pela equipe técnica que assessora o governador João Doria. A informação foi divulgada durante coletiva de imprensa, na tarde desta quarta (1/7), pelo secretário estadual de Saúde, Luiz Henrique Germann.

“Fechamos junho com esse valor de 289,9 mil casos confirmados, dentro do espectro do ‘ranging‘, de variação, do cenário estabelecido para o mês de junho. Na faixa superior, mas dentro do cenário esperado”, admitiu.

A projeção indicava que o total de casos confirmados no final de junho seria de 235 mil. A diferença é de aproximadamente 55 mil casos a mais do que o esperado.

Na visão do secretário-executivo do comitê de contingência que cuida da crise sanitária, João Gabbardo, o número de casos pode ter crescido em função do maior número de testes.

Enquanto flexibiliza a quarentena antes de chegar no platô, o governo de São Paulo celebra que o número de óbitos começa a dar sinais de “leve” queda pela primeira vez desde o começo da pandemia.

O total de óbitos até o final de junho ficou abaixo das projeções. “O número de óbitos para junho está na faixa inferior do cenário previsto para o mês de junho”, disse Germann. O esperado era fechar o mês com 18 mil mortes por covid-19. O número real é de 15 mil óbitos registrados.

Leia também:  Explosão em Beirute alerta para falta de segurança marítima pelo mundo

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome