São Paulo tem queda semanal de mortes por covid-19

O estado teve 144 mortes a menos na semana passada na comparação com a semana anterior, 25ª semana epidemiológica

Foto: Governo SP

Por Elaine Patrícia Cruz

Da Agência Brasil

O estado de São Paulo apresentou, na semana passada, que corresponde à 26ª semana epidemiológica, uma queda no número de mortes provocadas pelo novo coronavírus. Segundo o governo paulista, o estado teve 144 mortes a menos na semana passada na comparação com a semana anterior [25ª semana epidemiológica].

“Houve queda de óbitos em relação à semana anterior. E isso é uma boa notícia. Houve diminuição de 144 mortes da semana que acabou em relação à semana anterior”, disse o governador de São Paulo, João Doria.

Segundo João Gabbardo, secretário-executivo do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, foi o menor percentual de aumento registrado em toda a série histórica, desde o início da pandemia. “Temos, na 26ª semana [epidemiológica], uma redução de 144 óbitos em relação a 25ª semana [epidemiológica], que foi a semana anterior. Isto traz como resultado o menor aumento percentual de toda a série histórica. Esta semana tivemos 14% de aumento e isso vem caindo gradativamente, de forma sustentada”, disse ele.

Casos e óbitos no estado

Até este momento, o estado de São Paulo registrou 275.145 casos confirmados do novo coronavírus, com 14.398 óbitos e 43.855 pessoas curadas após receberam alta médica. Segundo o governo paulista, tanto o número de óbitos quanto o de casos confirmados da doença estão dentro do que foi previsto pelo Centro de Contingência para o mês de junho.

Há 5.336 pessoas internadas em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) em casos suspeitos ou confirmados do novo coronavírus, além de 7.697 pacientes internados em enfermarias. A taxa média de ocupação de leitos de UTI para tratamento do coronavírus no estado está em 65%, enquanto na Grande São Paulo ela está em 66,6%.

Leia também:  Coronavírus: casos avançam em pelo menos 12 capitais

Centro de Contingência

Doria anunciou hoje que Paulo Menezes, coordenador de controle de doenças da Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo, vai assumir, a partir do dia 1º de julho, a coordenação do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, hoje a cargo de Carlos Carvalho. A função, que é voluntária, é alterada a cada 15 dias. “Como todos sabem, fazemos o revezamento dos membros do comitê de saúde, quinzenalmente, para não sobrecarregar. Todos eles são médicos e tem suas funções acadêmicas e profissionais”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome