Secretário de Estado dos EUA chama a AL de “quintal”


    Nebulosa.De.Órion

    John Kerry chama a América latina de ‘quintal` dos EEUU    
    mss kerry
    O secretário de Estado ianque, John Kerry, chamou, nesta quarta-feira, a América Latina de “quintal” dos EEUU.  Durante um discurso ante o Comitê de Assuntos Exteriores da Câmara de Representantes, e seguindo a velha Doutrina Monroe, sem se importar com a soberania dos países latino-americanos, Kerry considerou estes como seu “quintal” e acrescentou que planeja mudar a atitude de algumas dessas nações.

    O chefe da diplomacia ianque disse também que em um futuro próximo o presidente Barack Obama viajará para alguns países latinos que sequer consegue recordar os nomes, após viajar para o México.

    “O hemisfério ocidental é nosso quintal, é de vital importância para nós. Com muita frequência, muitos países do hemisfério ocidental sentem que os EEUU não dão atenção suficiente a eles e algumas vezes, provavelmente, é verdade. Precisamos nos aproximar, é verdade. Necessitamos nos aproximar vigorosamente, planejamos faze-lo. O presidente viajará logo ao México e depois ao sul não recordo a que países, mas vai à região”, afirmou John Kerry. 

    Por outro lado, o titular ianque referindo-se ao tema Venezuela indicou que não está disposto a reconhecer a vitória de Maduro nas eleições de domingo, até que façam uma recontagem de votos nesse país. Neste sentido, o presidente eleito  venezuelano, Nicolás Maduro, dirigindo-se aos EEUU, assegurou nesta quarta-feira, que “Não nos importa seu reconhecimento”. 

    A Doutrina Monroe estabelece que se um país americano ameaça por em perigo os direitos e propriedades de cidadãos ou empresas ianques, então Washington estão obrigada a intervir nos assuntos desse país para para “reordena-lo” e restabelecer os direitos e o patrimônio de sua cidadania e suas empresas.

    Após a celebração das eleições presidenciais de 14 de abril na Venezuela, a CNE declarou Nicolás Maduro presidente do país, com 50,75% dos votos, frente aos 48,97% conseguido por Capriles. 

    Visto em CONTRAINJERENCIA

    Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

    Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

    Apoie agora