Sem nomeação oficial, Carlos Wizard anuncia suspensão de contratos no exterior para compra de respiradores

De acordo Wizard parque industrial nacional conseguirá suprir toda a demanda do produto essencial na pandemia do novo coronavírus

Foto: Prefeitura de Araraquara/Divulgação

Jornal GGN – Antes mesmo de assumir oficialmente a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (SCTIE), braço do Ministério da Saúde, o empresário Carlos Wizard afirmou durante entrevista à CNN nesta terça-feira, 2 de junho, que os contratos firmados com empresas no exterior para compras de respiradores foram suspensos. 

De acordo Wizard, uma de suas propostas à secretária foi limitar os gastos com respiradores e garantiu que o parque industrial nacional conseguirá suprir toda a demanda do produto essencial na pandemia do novo coronavírus.

“Fiz um trabalho gigantesco de prospecção de mercado nacional e internacional. E estipulamos que não pagaríamos mais de US$ 10 mil dólares por aparelho. Quando passamos a estudar o cenário, os aparelhos que estavam vindo da China, Alemanha, Inglaterra, Alemanha… estavam por US$ 20 mil, US$ 30 mil”.

Como já abordado pelo GGN, o setor industrial de produtos hospitalares alertou na semana passada para a disparidade entre as tributações cobradas para empresas nacionais e internacionais, que desfavorece as organizações brasileiras. 

De acordo com o superintendente Paulo Henrique Fraccaro, da Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios (Abimo), essa tributação imposta enquanto os “importados similares ficam isentos” promove a “desindustrialização do parque nacional”. 

Mas, segundo Wisard, a decisão de suspender tais contratos fortalece a indústria nacional e irá privilegiar o parque industrial. “Mês passado a indústria nacional entregou 1.622 respiradores. De forma que todo e qualquer contrato previsto com mercado internacional foi cancelado e a própria indústria está conduzindo o que precisamos”, disse à CNN.

A SCTIE foi oferecida à Wisard pelo ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello. Segundo informações do Estado de S. Paulo, o empresário será conselheiro de Assuntos Estratégicos no ministério e a equipe da pasta já foi avisada sobre a nomeação do novo chefe. 

Com informações do Uol.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora