Sergio Moro depõe na Polícia Federal em Curitiba

Ex-ministro da Justiça terá de apresentar “manifestação detalhada” sobre acusações feitas contra Bolsonaro, a pedido do ministro Celso de Mello, decano do STF

Foto: Lula Marques / AGPT

Jornal GGN – O ex-ministro da Justiça Sergio Moro segue prestando depoimento na superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, sobre as acusações feitas contra o presidente Jair Bolsonaro.

Segundo informações do jornal O Globo, o ex-juiz chegou em um veículo da polícia que ingressou pelo portão traseiro da superintendência da PF.

Antes disso, apoiadores do ex-juiz Sergio Moro e do presidente Jair Bolsonaro aglomeravam-se na frente da superintendência da Polícia Federal, e momentos de tensão chegaram a ser registrados: um cinegrafista da emissora RIC TV, afiliada da Record no Paraná, foi agredido por um suposto militante bolsonarista, que se aproximou do jornalista ameaçando com a haste de uma bandeira do Brasil e tentando empurrar o equipamento no chão.

O agressor foi afastado pelos policiais e hostilizado pelos demais manifestantes pró-Bolsonaro que o acusaram de ser um infiltrado petista. Ironicamente, um manifestante presente vestia uma camiseta feita em homenagem ao ex-presidente Lula.

Nesta sexta-feira (01/05), o ministro Celso de Mello, decano do Supremo Tribunal Federal (STF), deferiu solicitação elaborada pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, e designou três procuradores indicados pela PGR para acompanhar o depoimento de Moro.

A expectativa em torno do depoimento envolve a apresentação de provas de que o presidente Jair Bolsonaro interferiu pela indicação do delegado Alexandre Ramagem para o cargo de diretor-geral da Polícia Federal.

 

Leia Também
Apoiadores de Bolsonaro e Moro concentram-se na PF de Curitiba
Família Bolsonaro parte para o ataque contra Moro
Porque Moro é mais perigoso até do que Bolsonaro, por Carlos Tautz
Sergio Moro presta depoimento à PF e à PGR neste sábado

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora