Servidora da Ancine passa a integrar diretoria interina

Luana Rufino é a primeira substituta anunciada; integrante da Opus Dei, ela assume cargo com apoio de Roberto Alvim

Jornal GGN – A Agência Nacional do Cinema (Ancine) voltará a ter dois diretores. Uma das diretoras interinas da entidade é a servidora Luana Rufino, nomeada pelo presidente Jair Bolsonaro. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (15).

Segundo informações da revista Carta Capital, Luana atualmente ocupa o cargo de secretária executiva da Ancine. Integrante da Opus Dei, ela tem o apoio de Roberto Alvim, secretário especial de Cultura do governo federal nomeado em novembro do ano passado.

Conhecida por ser a mais conservadora das organizações católicas, a Opus Dei busca “promover entre pessoas de todas as classes da sociedade o desejo da plenitude da vida cristã no meio do mundo”, segundo definição disponível no site da entidade.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Gabriela Prioli terá quadro novo em horário nobre, anuncia CNN

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome