SP não recebeu um único respirador do Ministério da Saúde, diz Doria

"O epicentro do coronavírus no Brasil, que é São Paulo, não recebeu um único respirador do Ministério da Saúde ao longo desses quase 70 dias de enfrentamento da pandemia"

Jornal GGN – O governador João Doria (PSDB) afirmou na tarde desta segunda (18) que o Ministério da Saúde não enviou sequer um respirador ou um EPI (equipamento de proteção individual) ao Estado até agora.

“O epicentro do coronavírus no Brasil, que é São Paulo, não recebeu um único respirador do Ministério da Saúde ao longo desses quase 70 dias de enfrentamento da pandemia. E ainda faltam 1,2 mil leitos para habilitação. E zero de EPI. Não recebemos um avental e uma máscara sequer”, disparou Doria.

O Ministério da Saúde já sofreu duas baixas desde o começo da pandemia. Os médicos Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich caíram em desgraça por se recusarem a adotar um protocolo que impõe a cloroquina no tratamento da doença em todo o país.

O governador anunciou durante coletiva de imprensa novas medidas para enfrentamento ao coronavírus. Sem descartar lockdown no futuro, ele disse que São Paulo vai construir mais um hospital de campanha em Heliópolis. Além disso, vai antecipar feriados para aumentar a taxa de isolamento social.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  A crise econômica da pandemia: como os países a estão enfrentando, por Ronaldo Bicalho

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome