STF arquiva denúncia de crime de responsabilidade contra Weintraub

Deputados e senadores pediram abertura de ação para impeachment do Ministro da Educação de Bolsonaro

Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Jornal GGN – O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), arquivou na última quinta-feira, 5 de março, a denúncia de crime de responsabilidade contra o ministro da Educação de Bolsonaro, Abraham Weintraub.

A pedido para abertura de ação de impeachment foi oferecido por dois senadores e 17 deputados, que apresentaram 10 exemplos de atos do ministro que ferem o decoro.

O documento, assinado por 27 parlamentares de diferentes siglas, alega que Weintraub apresenta “eloquente ineficiência” na gestão do MEC.

Em decisão, Lewandowski afirmou que nos casos de crimes de responsabilidade contra Ministros do Estado, parlamentares não podem apresentar esse tipo de ação à corte. Apenas a Procuradoria-Geral da República (PGR), como atribuição do Ministério Público, tem legitimidade para apresentar denúncias deste tipo ao STF.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Multimídia do dia

2 comentários

  1. Continuem passando pano para fascistas.
    Depois não se surpreendam quando sobre vocês forem os tanques que estivem passando.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome