Tata Amaral: Brasil avançava contra desigualdades no audiovisual, mas Bolsonaro abortou incentivos

As assimetrias do mercado audiovisual, as leis de incentivo à produção, a regulação do setor de plataformas on demand. A cineasta fala disso tudo e muito mais à redação do GGN. Assista