Telespectadora tenta processar a Rede Globo por gerar “pânico” na pandemia

Para a mulher, os números acumulados de óbitos e casos confirmados "passaria a ideia de que a pandemia torna-se mais intensa a cada dia e geraria mal-estar, insegurança e pânico na população"

Jornal GGN – Foi destaque no jornal mineiro O Tempo de segunda (27): uma telespectadora de São João do Meriti, no Rio de Janeiro, entrou com uma ação na Justiça contra a Rede Globo, alegando que a emissora causa “pânico” na população por divulgar diariamente os números da pandemia de coronavírus.

A saladeira Rosemary Matias de Lima alegou na ação, ajuizada em junho, que a Globo deveria mudar a forma de reportar as estatísticas de casos confirmados e óbitos, passando a dar destaque apenas aos novos casos, e não dados acumulados.

Para a mulher, os números acumulados de óbitos e casos confirmados “passaria a ideia de que a pandemia torna-se mais intensa a cada dia e geraria mal-estar, insegurança e pânico na população, dando a entender também que o fato lhe prejudicaria pessoalmente no sentido de que estava impedida de exercer seu trabalho como saladeira num restaurante.”

A juíza Paula de Menezes Caldas, da 49ª Vara Cível, no Rio de Janeiro, mandou arquivar a ação. A Globo não precisou se defender. O advogado de Rosemary não pretende recorrer, diz O Tempo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora