Temer é denunciado na Lava Jato por peculato, corrupção e lavagem

Ministério Público afirma que ex-presidente está ligado a grupo que desviou ou prometeu pagamentos de propina que somam R$ 1,8 bilhão

Jornal GGN – A Lava Jato no Rio de Janeiro denunciou o ex-presidente Michel Temer nesta sexta (29) em duas ações diferentes, por desvios envolvendo recursos da Eletronuclear. O ex-ministro Moreira Franco também foi acusado pelo Ministério Público Federal. Em uma das ações, Temer é acusado de corrupção e peculato. Na outra, lavagem de dinheiro.

Os investigadores afirmam que Temer está ligado a um grupo que desviou ou prometeu pagamentos de propina que somam até R$ 1,8 bilhão. As ações estão relacionadas às obras da usina nuclear de Angra 3, que motivaram a prisão de Temer na semana passada. O ex-presidente e outros investigados foram soltos após pedido de liminar.

Na quinta (28), a Justiça Federal no Distrito Federal aceitou outra denúncia contra Temer, por corrupção passiva. Ele é acusado de ser destinatário de uma mala com R$ 500 mil e de outros pagamentos ilícitos da JBS, no caso envolvendo Rodrigo Rocha Loures.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora