TRF-4 rejeita suspeição de desembargadores que julgaram Lula

Com a decisão, Thompson Flores poderá participar, na 8ª Turma do TRF-4, do julgamento de Lula no caso do sítio de Atibaia (SP)

Desembargador Thompson Flores Lenz. Foto: Sylvio Srangelo/TRF4

Do Conjur

Por unanimidade, a 4ª Seção do Tribunal Regional Federal da 4ª Região negou, nesta quinta-feira (18/7), dois pedidos de suspeição apresentados pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra os desembargadores Carlos Eduardo Thompson Flores e João Pedro Gebran Neto.

Leia mais: Para entender como o conluio da Lava Jato chegou à 2ª instância

A defesa do ex-presidente tinha pedido que o julgamento fosse adiado, mas a relatora, desembargadora Cláudia Cristina Cristofani, manteve a análise do pedido.

Com a decisão, Thompson Flores poderá participar, na 8ª Turma do TRF-4, do julgamento de Lula no caso do sítio de Atibaia (SP). Composto por três desembargadores, o colegiado é o responsável por analisar em segunda instância as apelações de processos da operação “lava jato”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora