Troca de gabaritos no Enem aumenta festival de equívocos de Weintraub

Erro ocorreu no segundo dia de provas; segundo presidente do Inep, problema deve ser solucionado até segunda-feira

Abraham Weintraub, ministro da Educação. Foto: Lula Marques/via fotospublicas.com

Jornal GGN – Além dos posicionamentos com relação a eventos importantes na história brasileira e os erros gramaticais, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, acrescentou mais um equívoco para o histórico de sua gestão na pasta: a troca dos gabaritos do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

O ministro publicou um vídeo neste sábado onde admitiu “inconsistência” no gabarito de algumas provas do Enem e, por isso, candidatos foram surpreendidos com notas baixas. O problema deve ser resolvido até segunda-feira (20).

Segundo Weintraub, aproximadamente 0,1% dos candidatos tiveram o gabarito trocado no momento em que foram armazenados no segundo dia de provas, em 10 de novembro de 2019. Dentre os 5,095 milhões de inscritos no exame, 3,709 milhões estiveram presentes no segundo dia de aplicação.

Weintraub gravou o vídeo ao lado do presidente do Ineb (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), Alexandre Lopes. O órgão foi responsável pela aplicação do exame. Segundo informações do jornal O Estado de São Paulo, Lopes estimou um número inferior a nove mil candidatos atingidos pelo problema.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Não apenas Bolsonaro: Witzel, Doria e Zema são responsáveis diretos pela violência da PM no carnaval

4 comentários

    • Lembro que em 2009 e 2010, em pleno governo Lula tivemos vazamento de dados dos inscritos, problemas com troca de provas e gabaritos, tão graves que até a prova foi anulada e tivemos de fazer outra. Presidente era o Lula, Ministra da casa Civil era a Dilma e ministro da educação era o Haddad.

  1. Como seria a reação da mídia porca e golpista desse país se a quantidade de imbecilidades que esse sujeito comete ocorresse em um governo do PT?
    Nunca saberemos. Isso nunca ocorreria em um governo que defende a educação.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome