Trump confirma escolha de Amy Coney Barrett para a Suprema Corte

Juíza de Chicago era a favorita da ala conservadora do Partido Republicano; presidente pretende brigar para que posse ocorra antes das eleições

Amy Coney Barrett, juíza conservadora escolhida para ocupar a vaga de Ruth Ginsburg na Suprema Corte. Foto: Wikipedia

Jornal GGN – O presidente norte-americano Donald Trump confirmou o nome de Amy Coney Barrett como sua indicada para a vaga da progressista Ruth Ginsberg na Suprema Corte, em um movimento que busca impulsionar a ala conservadora do Partido Republicano em torno de sua reeleição.

Segundo o jornal O Estado de São Paulo, Trump pretende brigar para garantir que a nova juíza tome posse antes da eleição e assim garantir um voto conservador para o caso de a disputa ser judicializada.

A possibilidade de ampliação do conservadorismo dentro da Suprema Corte tem sido explorada pelos republicanos na campanha eleitoral de Trump, pressionado pelo desempenho ruim nas pesquisas eleitorais.

Juíza da Corte de Apelações Federal para o 7º Circuito, em Chicago, Barrett era a favorita da ala conservadora do Partido Republicano, por conta de sua visão anti-aborto. Católica e mãe de sete filhos, a indicada tentou desmontar os críticos em seu discurso e adotou um tom conciliador, com a promessa de lembrar Ginsburg e declarando que os juízes devem “deixar de lado quaisquer opiniões políticas que possam ter” e “aplicar a lei como está escrita”.

 

 

Leia Também
A conspiração de Donald Trump contra a democracia pode separar a América, por Jonathan Freedland
Análise: Trump, debates Biden – uma ‘entrevista de emprego televisionada’, por Alan Schroeder
Trump escolhe nome conservador para o lugar de Ruth Ginsburg

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora