Trump e sua trompa

Uma das coisas mais interessantes desta eleição é o radicalismo de Donald Trump. Ele o expressa através de seu Twitter:

Abaixo algumas mensagens postadas no Twitter dele @realDonaldTrump :

Crooked Hillary is being badly criticized (for a Wall Street paid for ad) by PolitiFact for a false ad on me on women. She is a total fraud!

Crooked Hillary Clinton has not held a news conference in more than 7 months. Her record is so bad she is unable to answer tough questions!

Hillary Clinton is unfit to be president. She has bad judgement, poor leadership skills and a very bad and destructive track record. Change!

Many of the thugs that attacked the peaceful Trump supporters in San Jose were illegals. They burned the American flag and laughed at Police

In Crooked Hillary’s telepromter speech yesterday, she made up things that I said or believe but have no basis in fact. Not honest!

Crooked Hillary no longer has credibility – too much failure in office. People will not allow another four years of incompetence!

Crooked Hillary Clinton is a fraud who has put the public and country at risk by her illegal and very stupid use of e-mails. Many missing!

I am getting great credit for my press conference today. Crooked Hillary should be admonished for not having a press conference in 179 days.

The endorsement of me by the 16,500 Border Patrol Agents was the first time that they ever endorsed a presidential candidate. Nice!

The protesters in New Mexico were thugs who were flying the Mexican flag. The rally inside was big and beautiful, but outside, criminals!

Crooked Hillary Clinton overregulates, overtaxes and doesn’t care about jobs. Most importantly, she suffers from plain old bad judgement!

Amazingly, with all of the money I have raised for the vets, I have got nothing but bad publicity from the dishonest and disgusting media.

The American people are sick and tired of not being able to lead normal lives and to constantly be on the lookout for terror and terrorists!

Hillary Clinton is not qualified to be president because her judgement has been proven to be so bad! Would be four more years of stupidity!

Crooked Hillary is spending tremendous amounts of Wall Street money on false ads against me. She is a very dishonest person!

Aquiles se, não estou enganado, é o único herói grego sob o comando de Agamêmnon (Ilíada, de Homero) que se fazia anunciar tocando a própria trompa. O Twitter é a trompa de Trump. O candidato republicado o usa para se fazer anunciar como o homem destinado a fazer a “América grande de novo”. Curiosamente, ele pretende realizar seu projeto atacando de forma rasteira sua principal adversária.

Hillary Clinton, porém, não rejeita esta dinâmica eleitoral. Ela tem atacado ferozmente Trump, a quem considera instável e não qualificado para receber os códigos de acionamento dos mísseis nucleares norte-americanos http://www.theguardian.com/us-news/2016/jun/02/hillary-clinton-donald-trump-speech-foreign-policy-security.

Não há nada de heróico no discurso de Trump ou nas réplicas de Hillary Clinton. A trompa de um anuncia mais do mesmo, os ataques da outra seguem o mesmo padrão: não há política na campanha de ambos. Tudo o que Trump e Hillary fazem é amplificar os preconceitos e os medos dos seus eleitores em potencial. O padrão de conduta de ambos é similar ao de outros candidatos à presidência dos EUA (vide http://www.midiaindependente.org/pt/red/2005/12/340511.shtml).

Barack Obama fez campanha dizendo que era possível mudar. Mas tomou o cuidado de não especificar exatamente quais mudanças seriam feitas. Ao fim de seu segundo mandato somos obrigados a reconhecer um fato: quase nada mudou nos EUA. O neoliberalismo continua dando as cartas na terra do Uncle Sam.  

Trump oferece aos eleitores mais do mesmo: sua campanha é despolitizada e, sobretudo, despolitizante. Ele incentiva seus seguidores a odiar Hillary Clinton e aplaude a polícia que agride seus adversários nas ruas. Trump chama-os ofensivamente de “thugs” (1. a cruel or vicious ruffian, robber, or murderer – http://www.dictionary.com/browse/thug). Em momento algum a trompa de Trump no Twitter soa de modo a fazer seus eleitores refletir sobre o sistema político e econômico dos EUA. A grandeza dos EUA anunciada por Trump é singela: seu país deve continuar a seguir o curso que o levou à crise financeira de 2008.

Nas mensagens acima referidas ele acusa Hillary de receber dinheiro de Wall Street (o que é verdade). O problema é que ele também aceita dinheiro dos mesmos banqueiros http://www.cnbc.com/2016/05/27/donald-trump-is-coming-to-wall-street.html. Com dois candidatos no páreo, é evidente que as eleições dos EUA terão apenas um ganhador (o neoliberalismo financeiro).

Ruim para os norte-americanos. Pior para os brasileiros. Trump me parece o tipo de sujeito capaz de aplaudir Michel Temer. Hillary Clinton, porém, comemorou com sorrisos e frases de feito o assassinato de Kadafi https://www.youtube.com/watch?v=Fgcd1ghag5Y. Este pode ter sido o maior legado dela à frente do Departamento de Estado. O que ela fará se for presidente? Mandará matar outros adversários dos EUA?

Os dois únicos candidatos que tentam politizar as eleições norte-americanas são Bernie Sanders e Jill Stein. Sanders foi o único a criticar o golpe patrocinado pela Embaixada dos EUA no Brasil http://www.revistaforum.com.br/2016/04/19/bernie-sanders-eua-nao-podem-continuar-derrubando-governos-na-america-latina/. A outra postou no Twitter a seguinte mensagem:

Esta foi um dos melhores textos políticos que já li no Twitter. A simplicidade da mensagem contrasta com sua imensa profundidade. As possibilidades eleitorais de Jill Stein, contudo, são nulas.

Tudo indica que eleição nos EUA será decidida entre Trump e Hillary Clinton. A trompa de Trump é ruim. A lança mortal de Hillary não é muito melhor. No melhor dos mundos nenhum dos dois chegaria à presidência de um país poderoso. Mas não estamos no melhor dos mundos e o nosso mundo certamente vai piorar com a posse do novo césar neoliberal norte-americano.  

 

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador